O condutor que no domingo terá atropelado três crianças no concelho de Ourém e que se colocou em fuga entregou-se esta segunda-feira na GNR, informou fonte policial.

“O suspeito entregou-se hoje às 08h30 no posto de Ourém da GNR, tem 50 anos e mora próximo do local do acidente”, disse à agência Lusa o relações públicas do Comando Territorial de Santarém da GNR, major Pinto Reis.

Segundo Pinto Reis, a GNR está a desenvolver diligências, que incluem a inspeção ao veículo, um Seat Ibiza de cor preta que já está na posse desta força policial, e a inquirição de testemunhas oculares para aferir da veracidade da confissão do automobilista, assim como para perceber a razão que levou o condutor a fugir do local do acidente.

No domingo, três crianças sofreram “ferimentos graves” ao serem atropeladas por um automóvel cujo condutor se pôs em fuga, no concelho de Ourém, disseram à agência Lusa fontes da Proteção Civil e da GNR.

As crianças, duas com 14 anos e uma com 15, foram colhidas “quando andavam de bicicleta” por um carro “que se presume ser um Seat Ibiza preto”, informou uma fonte do Comando Territorial de Santarém da GNR.

O acidente ocorreu pouco depois das 17h00, na estrada municipal que liga Alvega a Atouguia, e o condutor da viatura abandonou as vítimas, acrescentou uma fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém.

Um dos feridos foi transportado de helicóptero para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa, e os outros dois deram entrada no Hospital Pediátrico de Coimbra.

“Tratou-se de uma colisão seguida de atropelamento”, confirmou a fonte do CDOS de Santarém.

Estiveram no local operacionais dos Bombeiros Voluntários de Ourém, Bombeiros Voluntários de Tomar e GNR, com seis viaturas, além de um helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e uma viatura médica de emergência e reanimação (VMER) de Leiria.