O treinador português José Mourinho, de 52 anos, entrou esta sexta-feira para o livro do Guinness, tendo recebido os certificados dos recordes que estabeleceu ao longo da carreira.

“Terem-me dado os prémios de maneira que possa colocá-los no meu escritório é bom. É algo divertido [receber esta distinção]. Enquanto criança nunca poderia imaginar que estaria no livro do Guiness”, disse o treinador do Chelsea, citado pelo clube londrino.

Mourinho entrará no livro de recordes de 2016 depois de ter superado cinco registos. Além de se tornar o primeiro treinador a conquistar a Liga dos Campeões com duas equipas diferentes, o ‘special one’ foi o treinador que mais pontos conquistou na Liga inglesa (95), tornou-se o treinador mais jogos imbatível na ‘Premier League’ (77), foi o técnico mais jovem a atingir as 100 partidas na Liga inglesa e conseguiu a proeza de estar nove épocas consecutivas sem perder nos jogos em casa.

“Vocês conhecem-me bem. Estes prémios são por algo que eu fiz no passado e, obviamente, é bom. Mas para mim, o mais importante é o que eu posso fazer no futuro”, atirou o treinador dos campeões ingleses.

A verdade é que José Mourinho e o seu Chelsea arrancaram mal na nova temporada. À quarta jornada da Liga inglesa, o Chelsea ocupa o 13º lugar, com apenas quatro pontos conquistados.