O ministro de Indústria, Energia e Turismo espanhol, José Manuel Soria, disse, este sábado, que o governo vai exigir à Seat, marca do grupo Volkswagen, que devolva as ajudas estatais recebidas relativamente aos carros produzidos em Espanha envolvidos no escândalo das emissões.

José Manuel Soria sublinhou que o ministério está à espera que o grupo Volkswagen lhe indique o número de veículos fabricados e vendidos, tanto dentro como fora de Espanha, que estão equipados com o ‘software’ que permite manipular os dados de emissões poluentes nos seus motores.

No entanto, o ministro disse que o grupo Volkswagen lhe assegurou que vai manter os investimentos previstos para Espanha e que a fraude das emissões poluentes não afetará nem a atividade nem o emprego.

Soria afirmou que está em contacto permanente tanto com o grupo Volkswagen na Alemanha como com a Seat em Espanha, e que ambos asseguraram que o investimento de 3.300 milhões de euros em Espanha se mantém.