Nos programas de wrestling costumava surgir um anúncio, durante o intervalo, com uma mensagem simples: não repita isto em casa. O que aconteceu na Grécia, num jogo entre o AE Larissa e o Ergotelis, devia vir com o mesmo aviso: paramédicos do mundo, não façam isto em casa (leia-se, no estádio de futebol mais próximo).

O caso ocorreu aos 68 minutos de jogo, quando dois paramédicos entraram dentro de campo para colocarem na maca o médio Alexander Koutris, do Ergotelis, que se encontrava lesionado e deitado no relvado, conta o jornal espanhol ABC. Até aqui tudo bem: o insólito veio depois.

É que a dupla de assistentes teve uma entrada a matar: primeiro colocou Koutris na maca sem qualquer cuidado, o que levou à queda da maca (e do jogador, e de um dos assistentes que tropeçou e caiu em cima dele). Depois, a custo, lá transportaram o jogador para fora das quatro linhas: aí chegados, vai de atirar o jogador para o chão. Se o jogador já estava lesionado, melhor não ficou de certeza. Ora veja:

https://www.youtube.com/watch?v=ut9XRHoo_uk