A corretora pan-europeia DeGiro, que se estreou em Portugal em 2014, permite agora aos seus clientes a subscrição de fundos de investimento através de uma via nova para os investidores lusos: a bolsa. Até agora, os aforradores nacionais tinham de usar intermediários financeiros para colocar ordens de subscrição diretamente junto das sociedades gestoras de fundos. Os clientes da corretora holandesa submetem as ordens à DeGiro que as faz chegar às sociedades gestoras através de uma bolsa, como a Euronext.

A grande vantagem do serviço bolsista de fundos é a diversidade de sociedades gestoras de fundos que já aderiram. Além de gestoras já presentes em Portugal através dos chamados “supermercados de fundos” – como o ActivoBank, o Banco Best e o Banco Big –, a DeGiro permite o acesso a sociedades novas. Assim, a corretora holandesa oferece fundos de sociedades gestoras como a Vanguard, a Robeco e a Petercam.

DeGiro ainda não chegou aos 25%

Mostrar Esconder

Quando se estreou em Portugal, Gijs Nagel, diretor da DeGiro, disse que o objetivo era ter 25% do mercado de corretagem em alguns anos. “Ainda não alcançamos uma quota de mercado de 25%, mas a DeGiro tem assistido a um crescimento sólido, que é comprovado pelo crescente volume de transações e de investidores”, revela Guilherme Pinto, da corretora holandesa. “A DeGiro acredita que a meta de 25% é realista.”

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A entrada na distribuição dos fundos não é tão agressiva como no negócio da corretagem. “A DeGiro não promove os fundos, recebendo apenas a ordem dos clientes e executando-a”, explica Guilherme Pinto, o responsável pelo desenvolvimento do negócio em Portugal. “A DeGiro não planeia focar-se no segmento de fundos portugueses”, acrescenta.

Custos altos na subscrição

O preçário da DeGiro revela que há custos na altura da subscrição. Os clientes que quiserem adquirir fundos através do Euronext Fund Service, por exemplo, pagam uma comissão de 7,50 euros mais 0,10% do montante subscrito acrescido de uma taxa de serviço de 0,20%. Além disso, também pagam quaisquer comissões que o fundo escolhido eventualmente cobre.

Nos intermediários nacionais, são raros os casos em que se paga na subscrição. Menos de 2% dos fundos disponíveis cobram comissão de subscrição. Além disso, apenas o Millennium bcp cobra até 1% para colocar os fundos junto dos seus clientes.

Embora muitas sociedades gestoras na plataforma da DeGiro já estejam presentes em Portugal através dos supermercados de fundos, os produtos disponíveis são diferentes. Por exemplo, em vez da classe A-2 USD do Aberdeen Latin American Equity, o melhor fundo de ações latino-americano comercializado por bancos nacionais junto dos clientes de retalho, segundo a análise recente do Obervador, a DeGiro tem a classe X-2 USD do mesmo fundo.

Regra geral, os fundos na DeGiro cobram menos na atividade corrente. A taxa de encargos correntes da classe X-2 USD do Aberdeen Latin American Equity é de 1,32% contra os 2,07% da classe A-2 USD. Todavia, a diferença não justifica a preferência pelos produtos da corretora holandesa. Além disso, muitos fundos disponíveis na DeGiro têm mínimos de investimento demasiado elevados para a maioria dos aforradores. É o caso, por exemplo, do Pimco Global Bond ex-US Institutional EUR Hedged, cujo mínimo é de 10 milhões de dólares norte-americanos, equivalente a cerca de 9,2 milhões de euros.

Dois fundos que se destacam

Se os 733 fundos disponibilizados pela DeGiro tivessem sido incluídos na análise anual do Observador, algum produto teria sido nomeado o melhor da sua categoria? Sim, dois geridos pela Comgest. Ambos podem ser subscritos com 50 euros. Conheça-os.

Fundos de ações da Europa

Franz Weis, Eva Fornadi e Rebecca Kaddoum conseguiram alcançar uma rentabilidade anual de 11,98% desde o início de 2011, um valor que já inclui a tributação dos rendimentos a 28%. Esta marca bate qualquer um dos registos dos 172 fundos de ações europeias comercializados pelos bancos portugueses.

A carteira do Comgest Growth Greater Europe Opportunities EUR é concentrada: no início do ano tinha 41 títulos. Os gestores não seguem índices. A carteira tanto pode ter títulos de grandes empresas europeias, como a Bayer, como pequenas firmas, como a Wirecard, uma companhia alemã que gere um serviço de pagamento pela Internet.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada líquida Classe de risco
2015 2013-15 2011-15
LU0260085492 Jupiter European Growth L EUR 21,45% 15,34% 11,27% 6
LU0329190499 Jupiter European Growth L GBP 20,72% 14,96% 11,00% 6
LU0154235443 BlackRock European Special Situations E2 EUR 18,11% 12,56% 9,76% 6
IE00B4ZJ4188 Comgest Growth Greater Europe Opportunities EUR 18,01% 14,03% 11,98% 6
LU0153585210 Vontobel European Equity C EUR 12,23% 7,74% 8,52% 5
GB0002771169 Threadneedle European Select Retail Net EUR 12,07% 11,70% 10,26% 6
LU0219440764 MFS Meridian European Value A1USD 11,43% 11,75% 9,98% 5
LU0125951151 MFS Meridian European Value A1EUR 10,62% 11,72% 9,71% 5
LU0119753308 Invesco Pan European Structured Equity E EUR 10,14% 11,84% 9,44% 5

Fundos de ações de PME da Europa

Eva Fornadi e Rebecca Kaddoum também gerem o Comgest Growth Mid-Caps Europe EUR, juntamente com Alistair Wittet. Nos últimos anos, a rentabilidade deste fundo ficou sempre muito próximo das alcançadas pelos produtos mais rentáveis comercializados em Portugal na categoria de fundos de ações de pequenas e médias empresas da Europa. Aliás, nos últimos três anos, nenhum dos fundos disponíveis pelos bancos portugueses conseguiu ganhar mais do que o produto da Comgest.

A carteira do Comgest Growth Mid-Caps Europe EUR é ainda mais concentrada do que a do fundo de ações europeias da sociedade gestora: tinha apenas 28 ações no início de 2016; as dez principais ações absorviam metade do património. Sartorius Stedim Biotech, um fornecedor de empresas biotecnológicas, a Wirecard, que gere um serviço de pagamento pela Internet, e Hikma Pharmaceuticals, uma farmacêutica especializada em genéricos, eram as principais apostas.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada líquida Classe de risco
2015 2013-15 2011-15
IE0004766014 Comgest Growth Mid-Caps Europe EUR 22,35% 15,25% 13,31%  5
LU0219440681 MFS Meridian European Smaller Companies A1USD 16,56% 14,37% 12,93% 5
LU0125944966 MFS Meridian European Smaller Companies A1EUR 15,68% 14,34% 12,63% 6
LU0207432559 F&C European Small Cap A EUR 14,08% 15,69% 13,46% 6