Começam a ser divulgadas mais informações sobre a identidade das jovens que morreram no domingo num acidente de autocarro em Tarragona, Espanha onde viajavam 57 estudantes, entre os 19 e 25 anos, todos participantes do programa Erasmus.

As autoridades revelaram que existiam seis nacionalidades entre as vítimas do acidente cujo balanço provisório aponta para 13 mortos e 34 feridos, 23 dos quais ainda se encontram hospitalizados, refere o Corriere della Sera.

Já são conhecidos os nomes das sete vítimas mortais de nacionalidade italiana: Francesca Bonello, Elisa Valent, Lucrezia Borghi, Serena Saracino, Elisa Scarascia Mugnozza, Valentina Gallo e Elena Maestrini, revela o mesmo jornal italiano que divulgou também outras informações sobre algumas das estudantes.

Valentina Gallo, de 22 anos, era natural de Florença. A estudante de Economia e Administração e desde janeiro que estava em Barcelona ao abrigo de uma bolsa Erasmus.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Serena Saracino, de 23 anos era estudante de Farmácia na Universidade de Turim. E Francesca Bonello, de 24 anos, era estudante de Medicina e também era estudante de Erasmus na capital catalã.

A tragédia provocou uma comoção em Itália, com várias manifestações de pesar, incluindo do primeiro-ministro, Mateo Renzi, que deixou uma mensagem emocionada na sua conta do Twitter.

Estou de coração partido pelas vítimas italianas e pelas outras jovens vidas destruídas no acidente em Espanha, escreveu o governante italiano.

Entre as outras vítimas mortais estão duas estudantes alemãs, uma romena, uma francesa, uma uzbeque e uma austríaca. Destas, até ao momento, só foi revelada a identidade de Verónica Matcovici. A jovem, de 24 anos, estudava na Faculdade de Geografia da Universidade Alexandru Ioan Cuza, na cidade de Iași, na Roménia, conta o El Mundo.