A taxa de desemprego na Grécia desceu para 23,2% em julho, menos duas décimas do que em junho e menos 1,6 pontos percentuais do que no mesmo mês de 2015, segundo dados corrigidos de variações sazonais hoje divulgados.

Segundo os dados da agência de estatística grega Elstat, em termos absolutos, o número de desempregados em julho atingiu 1.120.843, menos 5.395 do que em junho e um decréscimo de 76.727 face a julho de 2015.

O número de empregados em julho cifrou-se em 3.703.828, traduzindo acréscimos de 14.617 face ao mês precedente e de 80.663 em relação ao mesmo mês de 2015.

Em relação ao número de pessoas inativas – que não trabalham nem estão ativamente à procura de emprego – os dados indicam que este se cifrou em 3.220.780, ou seja menos 12.597 do que em junho e um decréscimo de 42.919 em relação ao mesmo mês de 2015.

Por sexos, a taxa de desemprego continuou a ser mais elevada entre as mulheres (27,9%) do que entre os homens (19,4%).

O desemprego jovem também se manteve muito elevado em julho, ao atingir 42,7% das pessoas com idades entre 15 e 24 anos, apesar de ter descido cinco pontos percentuais face ao mês anterior.

A segunda faixa de idades mais afetada é a do intervalo entre os 25 e os 34 anos, que registou uma taxa de desemprego de 29,5% em julho.