Ups, they did it again! ‘Os Simpsons’ voltaram a adivinhar em futuro. Em 2010 eles já sabiam quem seria o Nobel da Química e da Economia deste ano.

A série criada por Matt Groening é polémica por vários motivos, sendo que um deles é esta sua tendência para conseguir antever situações que se verificam apenas anos mais tarde. Foram já vários os exemplos deste feito: a antevisão da candidatura à presidência de Donald Trump; a menção da data do 11 de Setembro; o surgimento do vírus da Ébola e a polémica dos ‘Panamá Papers’.

Desta vez, num episódio passado há já seis anos, em 2010, as personagens Lisa, Milhouse, Martin e ‘Data’ adiantaram os nomes de Bengt Holmström e Bernhard Fering, agora premiados com os prémios Nobel da Economia e Qímica. No episódio, as personagens encontravam-se a fazer apostas e acabaram mesmo por mencionar dois dos prémios Nobel de 2016.

Los_Simpson-La_Jungla_162245375_18714317_1706x960

Boletim de apostas passado em ‘Os Simpsons’

O Instituto Tecnológico de Masachusetts (MIT) celebrou não só a atribuição do prémio Nobel da Economia a um dos seus professores, como também referiu o curioso facto de Milhouse já ter apostado que o professor Holmström iria, efetivamente, ganhar um Nobel.

Mas as previsões não ficam por aqui: o melhor amigo de Bart, no mesmo boletim de apostas, acertou noutro nome que foi premiado em 2014, o químico William E. Moerner. Nesse mesmo boletim, surgem ainda nomes como o da Íngrid Betencourt, que foi várias vezes proposta para Prémio Nobel da Paz, Hu Jia ou até Piedade Córdoba.