As buscas pelo morador da Figueira da Foz, que desapareceu na quinta-feira, estão agora concentradas em Quiaios, local onde o homem de 47 anos terá usado pela última vez o telemóvel, revelou fonte da GNR.

Na operação de busca estão envolvidos mais de 20 operacionais da GNR, PSP e Polícia Marítima, apoiados por duas equipas cinotécnicas (homem e cão).

“Foi solicitada a localização celular do telemóvel do desaparecido, que apontou para Quiaios como último local onde o seu telemóvel foi usado”, explicou à Lusa fonte da Brigada Territorial de Coimbra da Guarda Republicana.

Residente na povoação de Ribas, freguesia de Moinhos da Gândara, o homem foi dado como desaparecido pela família na quinta-feira, que alertou a GNR de Quiaios, no mesmo concelho, tendo nesse mesmo dia sido iniciadas as buscas.

Não foram indicadas as circunstâncias do desaparecimento. “Neste momento, qualquer cenário é possível”, previne a mesma fonte.

As buscas serão interrompidas hoje ao cair da noite, sendo retomadas na manhã de segunda-feira.