PSD

Marcelo sobre crise no PSD: “Não interfiro, nem vou interferir”, mas vai ouvir

271

Confrontado com crise no PSD, o Presidente da República diz que não interfere na vida interna dos partidos políticos, mas vai ouvir o que Luís Montenegro tem para dizer depois de reunir com Rui Rio.

Marcelo Rebelo de Sousa vai receber na próxima segunda-feira, no Palácio de Belém, Luís Montegro, candidato à liderança do PSD

JOÃO RELVAS/LUSA

Depois desta sexta-feira se ter encontrado com Rui Rio, no hotel Sharaton no Porto, e de ter confirmado que irá receber Luís Montenegro, na próxima segunda-feira, o Presidente da República garantiu que não interfere na vida interna dos partidos políticos.

Não interfiro, nem vou interferir”, disse o presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa em declarações aos jornalistas, à chegada da Casa da Música, onde se deslocou para assistir a um concerto.

A propósito da situação interna do PSD,  Marcelo reafirma que não lhe compete pronunciar-se sobre o assunto. “A vida do PSD é com o PSD”, reitera.

Confrontado com o teor das conversações com o atual líder do Partido Social Democrata, Marcelo diz ter tido “uma breve conversa”,  que não poderia ser adiada, já que os dois políticos tinham “calendários completamente incompatíveis para a semana”.  Marcelo adiantou, ainda que sem especificar, que os dois discutiram “três problemas de política interna e um de política externa” e temas relativos a diplomas, um deles relacionado com a descentralização.

Eu queria ouvir a posição do PSD, atendendo à posição da Associação Nacional de Municípios. Mas, havia outros temas que estão pendentes no parlamento e que são urgentes e, por isso, é que lhe pedi, atendendo que na semana que vêm não era possível, antes de tomar a decisão, falar com Rui Rio, pedi-lhe para falar comigo hoje”, argumentou Marcelo Rebelo de Sousa, que falava aos jornalistas à entrada de um concerto na Casa da Música, no Porto.

Sobre a audição com Luís Montenegro, candidato à liderança do PSD, confirmou que o encontro será no Palácio de Belém. Questionado sobre o que lhe irá dizer, limitou-se a responder:  “Nada, eu vou ouvir”, acrescentou.

Este encontro de Marcelo Rebelo de Sousa com o líder do PSD aconteceu no mesmo dia em que o antigo líder parlamentar social-democrata Luís Montenegro desafiou Rui Rio a marcar eleições diretas, apresentando-se como candidato à liderança do partido.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Ministério Público

A democratura em roupão e com unhas

José P. Ribeiro de Albuquerque.
342

Sobre as propostas de alteração apresentadas pelo PS e PSD, em sede de apreciação na especialidade, à proposta do Governo que visa aprovar o novo estatuto do Ministério Público.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)