Rádio Observador

Serviço De Estrangeiros E Fronteiras

Controlo de fronteiras pode melhorar porque espera chega a superar 1 hora, diz ANA

Em julho, foram registados "três dias com tempos máximos de espera à chegada superiores a uma hora e 10 dias com tempos máximos de espera à chegada superiores a 45 minutos”, disse a ANA.

A secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna, Isabel Oneto, disse que o tempo médio de espera dos passageiros no controlo de fronteiras do Aeroporto Humberto Delegado foi inferior a 10 minutos, em julho

Miguel A. Lopes/LUSA

A ANA afirma que existe “grande margem de melhoria” no controlo de fronteiras do aeroporto de Lisboa, referindo, como exemplo, que em julho houve três dias com tempos máximos de espera nos períodos de pico superiores a uma hora.

Em resposta a questões da Lusa, fonte oficial da ANA – Aeroportos de Portugal começou por congratular-se com “a evolução positiva dos tempos de espera no controlo de fronteiras do Aeroporto Humberto Delgado [em Lisboa], confirmando que a infraestrutura tem as condições necessárias para que seja prestado um nível de serviço adequado neste ponto da experiência dos passageiros”.

A mesma fonte referiu que os progressos verificados “são importantes para o objetivo da ANA de, em conjunto com o SEF [Serviço de Estrangeiros e Fronteiras], estabelecer níveis de serviço alinhados com as melhores práticas internacionais, onde não são medidos os tempos médios de espera (que incluem horários fora de pico com um reduzido número de passageiros de origens não Schengen), mas antes os tempos máximos em períodos de pico, onde ainda existe uma grande margem de melhoria atualmente no aeroporto de Lisboa”.

A título de exemplo, acrescentou, em julho, foram registados “três dias com tempos máximos de espera à chegada superiores a uma hora e 10 dias com tempos máximos de espera à chegada superiores a 45 minutos”.

A fonte oficial da gestora aeroportuária salienta que “as melhorias observadas resultam do reforço de equipas do SEF […] e reiteram o facto de os anteriores níveis de serviço se deverem a limitações relacionadas com recursos humanos deste serviço”.

Na terça-feira, a secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna, Isabel Oneto, disse à Lusa que o tempo médio de espera dos passageiros no controlo de fronteiras do Aeroporto Humberto Delegado foi inferior a 10 minutos, em julho, estando prevista para outubro uma nova área de chegadas com mais postos do SEF.

A governante afirmou que está previsto “para finais de setembro, princípios de outubro a colocação de mais três e-gates (pórticos eletrónicos para leitura dos dados biométricos do passaporte) e dois postos manuais na nova área de chegada”.

“No aeroporto de Lisboa vai haver uma nova área de controlo de chegadas na qual serão colocados mais cinco postos do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras” (SEF), disse, na altura, Isabel Oneto.

No total, o SEF vai adquirir 49 novos pórticos eletrónicos de nova geração “com um sistema operativo mais rápido e mais funcionais para poder processar mais rapidamente a leitura dos passaportes com dados biométricos”, acrescentou a secretária de estado.

Depois do reforço do aeroporto internacional de Lisboa, será a vez de serem colocados mais 16 postos no aeroporto de Faro e 10 no Funchal, seguindo-se o Porto.

Nas declarações à Lusa, Isabel Oneto congratulou-se também com a diminuição dos tempos de espera dos passageiros para passarem no controlo do aeroporto, dizendo que isso se deveu a um reforço de meios humanos do SEF.

“Foram os melhores tempos de espera desde que há registo. Em julho, o tempo médio de espera por parte dos passageiros foi inferior a 10 minutos quer nas entradas quer nas saídas”, sublinhou.

Nos primeiros seis meses do ano, o SEF já controlou mais de oito milhões de passageiros, o que representa um aumento de 10,9 por cento em relação ao período homologo de 2018.

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Racismo

Portugal não era nem é racista

João Pedro Marques

Será o racismo um problema real, tanto no tempo de Vasco Santana como agora, ou foi a nossa noção de racismo que mudou a tal ponto que tendemos a chamar racismo a coisas que o não eram e o não são? 

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)