O Presidente norte-americano, Donald Trump, disse esta quinta-feira que as novas sanções económicas contra o Irão, anunciadas quarta-feira, já estão em vigor.

Trump anunciou a aplicação de uma nova ronda de sanções económicas contra o Governo de Teerão como retaliação ao ataque iraniano contra bases militares no Iraque que albergam soldados norte-americanos. Esta quinta-feira, o Presidente norte-americano assegurou que essas sanções já estão em vigor e que foram reforçadas.

“Está feito. Reforçamo-las. Já eram severas, mas nós endurecemo-las significativamente”, declarou Trump, referindo-se às medidas que têm vindo a ser aplicadas desde 2018.

Na intervenção na Casa Branca, o Presidente disse ainda que um comandante de topo que morreu durante o ataque aéreo que culminou na morte de Qassem Suleimani estava a planear destruir uma embaixada norte-americana. “Fizemo-lo porque estavam a planear explodir com a nossa embaixada”, disse o Trump, citado pelo The New York Times.

Segundo o jornal norte-americano, não ficou claro se as declarações de Donald Trump incluiram novas informações relativas a uma eventual conspiração contra as autoridades dos Estados Unidos da América na região ou se o presidente se estava a referir ao ataque à embaixada norte-americana em Bagdade, que durou dois dias e que só terminou quando anunciou o envio de mais 750 soldados para o Médio Oriente.

O Presidente comentou ainda a queda, em território iraniano, na terça-feira, de um avião ucraniano, horas depois de um ataque contra as bases militares que albergam soldados norte-americanos, admitindo que possa não ter sido uma falha técnica.