Chegou ao início da noite a Manchester (quando o United jogava no Etihad Stadium a segunda mão das meias da Taça da Liga frente ao City), deslocou-se até ao complexo de treinos do clube, completou (e superou) os habituais exames médicos, assinou o contrato que antes tinha apalavrado, foi apresentado oficialmente: Bruno Fernandes vai realizar o sonho de jogar na Premier League e pode mesmo fazer a estreia já no sábado (17h30), numa partida especial em que a equipa joga em Old Trafford e terá pela frente a armada portuguesa do Wolverhampton. O internacional assinou contrato por cinco anos e meio, mais um de opção.

De acordo com a imprensa inglesa, o antigo jogador do Sporting irá triplicar o vencimento mais recente que tinha em Alvalade, onde passou de 1,2 milhões de euros limpos para dois milhões no final de novembro após acordar a renovação de contrato com o clube pelo mesmo número de anos e cláusula de rescisão. Ou seja, e como é prática em Inglaterra fazer contas ao vencimento semanal, o português receberá cerca de 115 mil euros por semana.

Bruno Fernandes ficará com o número 18 no novo clube, uma camisola de peso em Old Trafford que foi utilizada durante vários anos pelo ex-médio Paul Scholes, tendo depois passado para Ashley Young, internacional inglês que era capitão de equipa (a braçadeira tem estado agora com o central Maguire… contratado esta época) mas que assinou neste mercado de inverno pelo Inter quando estava em final de contrato com os red devils. De referir ainda que, depois deste encontro com o Wolverhampton para a Premier League, o Manchester United irá aproveitar a paragem nas competições para fazer um estágio de duas semanas em Marbelha.

Bruno chegou, United venceu dérbi com City (mas falhou final da Taça da Liga) e Solskjaer tem o seu “arrogant yet humble”

“O meu amor pelo Manchester United começou quando vi o Cristiano Ronaldo jogar aqui e desde então tenho sido um grande fã deste clube grandioso. Para mim, jogar aqui é um sentimento incrível. Trabalhei muito para chegar a este momento e prometo aos adeptos que vou dar tudo o que tiver por este clube, para trazer-lhe mais sucesso e troféus. Quero agradecer ao Sporting por tudo o que fizeram por mim. É também surreal para mim ouvir as palavras tão simpáticas que alguns antigos jogadores do clube disseram sobre mim. Um obrigado gigante ao Ole Gunnar Solskjaer e toda a gente no United pela confiança que demonstraram ter em mim. Mal posso esperar por começar a jogar e retribuir no relvado”, referiu o jogador nas primeiras declarações ao site oficial do clube.

55+5+5+15 e 10% da mais-valia: os números oficiais da venda de Bruno Fernandes ao Manchester United