O Papa Francisco celebrou esta sexta-feira uma benção extraordinária Urbi et Orbi — que significa a Benção à Cidade e ao Mundo — na Praça de São Pedro, no Vaticano, para pedir o final da pandemia da Covid-19 e recordar que estamos “todos no mesmo barco” e que “ninguém se salva sozinho”.

Veja as fotografias na fotogaleria acima.

O Papa convocou esta oração extraordinária pelo fim da pandemia e assegurou que os católicos que se associassem a esta oração podiam obter a indulgência plenária, ou seja, a dispensa das penas associadas aos pecados perdoados, com o objetivo de garantir esta indulgência, por exemplo, aos doentes da Covid-19 que estejam em fase terminal.

Numa praça de São Pedro completamente vazia, o Papa Francisco rezou, a partir de uma pequena plataforma instalada junto da basílica com o mesmo nome, em pleno Vaticano.

Nesta “noite que cai há semanas” e que nos apanhou desprevenidos, estamos “frágeis e desorientados”, mas “somos chamados a remar juntos, todos no mesmo barco”, afirmou Francisco.

Francisco lembrou ainda as “pessoas comuns” que “não aparecem nas manchetes dos jornais e revistas, nem nas grandes passarelas do último espetáculo”, mas que estão hoje “a escrever os acontecimentos decisivos da nossa história: médicos, enfermeiros e enfermeiras, trabalhadores dos supermercados, pessoal da limpeza, curadores, transportadores, forças policiais, voluntários, sacerdotes, religiosas e muitos – mas muitos – outros que compreenderam que ninguém se salva sozinho”.