As medidas de contenção da pandemia de Covid-19 estão a ser reduzidas e isso pode trazer de volta o futebol na Alemanha. Como diz o El País, os responsáveis políticos alemães, incluído a chanceler Angela Merkel, vão reunir-se esta quinta-feira por teleconferência numa reunião que pode ditar o primeiro regresso de uma das principais ligas de futebol, a Bundesliga, já a 9 de maio. Contudo, a concretizar-se — não é, de todo, certo, como refere o DW — virá com regras apertadas e uma coisa é será certa: os jogos serão inicialmente à porta fechada.

Para já, as normas mais apertadas reveladas têm a ver com a capacidades dos estádios: ao todo, não vão poder estar mais do que 213 pessoas. Além disso, os jogadores vão ter de chegar aos recintos em três autocarros em vez de um.

Governos federais de acordo para o regresso do futebol na Alemanha

As regras para o regresso da Bundesliga estão num documento de 41 páginas a que o mesmo jornal teve acesso. Estas regras, elaboradas por especialistas da Federação Alemã de Futebol, ditam como podem decorrer os jogos e têm um propósito: evitar a propagação da Covid-19 entre os jogadores. A partir do momento em que as equipas deixam os quartos de hotel até regressarem, vai ser tudo diferente.

Na prática, todas as normas querem evitar ao máximo o contacto entre pessoas. Por isso, não haverá crianças a acompanhar os jogadores, o cumprimento inicial um a um fica suspenso, e o aquecimento será à vez para evitar que as equipas se cruzem no túnel de acesso ao campo. Além disso, o documento prevê que não sejam feitas fotografias com o 11 inicial e que, no banco de suplentes, cada jogador tenha uma garrafa com o nome.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

No entanto, há ainda mais medidas. No balneários, é recomendado que o tempo de permanência seja reduzido ao mínimo possível. O uso de chuveiro vai ter de ser individual para evitar a propagação do vírus, e, por isso, pode mesmo a vir a ser exigido que esta parte da higiene dos jogadores seja feita em casa ou no hotel. Além disso, a utilização de equipamentos de ginásio para aquecimento e o jogo poderá ter de ser feita de ser feita com luvas descartáveis e máscaras. Todo o uso de piscinas e banheiras de hidromassagens ficará proibido.

Caso haja lesões, os responsáveis médicos vão ter de usar várias proteções, como máscaras e luvas descartáveis. Quanto a alimentos, vai ser proibido o uso de serviços de catering externo e a comida disponível para os jogadores vai ter de ser preparada no hotel e não pode ser consumida nos balneários.

Regras da Bundesliga podem influenciar congéneres europeus como a La Liga

Como refere o mesmo jornal, estas regras da Bundesliga podem servir como referência para a La Liga, a equivalente espanhola. “Há muita troca de informações entre as ligas”, assume Javier Tebas, presidente da liga de futebol espanhola, ao El País. O jornal refere ainda que na La Liga “cruza-se os dedos” para para estas medidas funcionem e promovam a aberturas de mais campeonatos.

Comité Médico da FIFA pede “mais paciência” e diz que futebol não deve regressar até setembro

A Federação Internacional de Futebol (FIFA), terá proposto já regras novas, como o aumento de substituições durante um jogo de três para cinco, para salvaguardar a saúde dos jogadores devido aos número de jogos inferior que terão.

*Artigo corrigido às 13h39 a clarificar que o anúncio pode ser feito esta quinta-feira, mas que não é certo, tudo dependerá da reunião dos líderes alemães.