Ana Gomes subiu nas intenções de votos dos portugueses. De acordo com a mais recente sondagem da Intercampus para o Jornal de Negócios e CM/CMTV, a candidata a Presidente da República reúne agora uma intenção de 17,2%, mais 3,2 pontos percentuais do que em setembro, quando a sondagem foi concluída antes da socialista confirmar que estava na corrida para Belém.

A subida da ex-eurodeputada acontece ao mesmo tempo que Marcelo Rebelo de Sousa, cuja recandidatura ainda não foi confirmada, regista uma descida. As intenções de voto ao atual Presidente encontram-se nos 56,2%, segundo a Intercampus, menos 4 pontos percentuais do que em setembro. André Ventura também caiu, para os 8,2%, menos 1 ponto percentual do que no mês anterior.

Já Marisa Matias, apoiada pelo Bloco de Esquerda, mantém-se estável, com 6,1%. Tiago Mayan Gonçalves, da Iniciativa Liberal, ganhou um ponto desde o mês passado, encontrando-se agora nos 1,5%.

João Ferreira, que entretanto anunciou a sua candidatura à Presidência da República, registou 2,9% das intenções de votos. A percentagem é inferior à que foi atribuída em setembro a Jerónimo de Sousa, possível candidato do PCP, que registou na altura 2,9% das intenções.

O inquérito da Intercampus para o Jornal de Negócios e CM/CMTV teve em conta um universo de 609 entrevistas, feitas a 291 homens e 318 mulheres com mais de 18 anos e residentes em Portugal continental (232 no Norte, 163 em Lisboa, 143 no Centro, 45 no Alentejo e 26 no Algarve).