Uma mulher de 38 anos foi esta quinta-feira encontrada morta no interior da sua residência em Portimão com ferimentos alegadamente provocados por uma arma branca, tendo o marido sido detido pela polícia, disse à Lusa fonte ligada ao processo.

Segundo a mesma fonte, o alegado crime ocorreu ao início da manhã desta quinta-feira, num apartamento na zona da Pedra Mourinha, em Portimão, no distrito de Faro, sendo para já desconhecidos os motivos que estiveram na origem da eventual desavença entre marido e a mulher.

O marido, de 37 anos, suspeito de ser o autor do esfaqueamento, foi detido pela polícia no local, encontrando-se sob custódia da Polícia de Segurança Pública (PSP), acrescentou.

A mesma fonte adiantou ainda que a mulher foi atingida na zona abdominal, o que lhe terá provocado a morte. O casal, de nacionalidade portuguesa, tem três filhos menores, entre os quais dois gémeos de 12 anos.

O óbito da vítima foi confirmado pelo médico do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), tendo o corpo sido transportado para o gabinete médico legal do hospital de Portimão.

A agência Lusa pediu mais informações ao comando nacional da PSP mas até ao momento não obteve resposta.