Os hospitais lisboetas têm registado um aumento progressivo no número de internamentos por Covid-19, embora todos concordem que a situação permanece sob controlo. Os doentes que chegam aos hospitais à conta de um agravamento da Covid-19 são agora mais jovens do que no início do ano, quando Portugal atravessava a terceira vaga da epidemia, mas os quadros clínicos também podem ser mais graves.

Neste momento, o Hospital de Santa Maria tem um total de 28 internados por Covid-19, oito dos quais na unidade de cuidados intensivos, avançou fonte oficial. Apesar do aumento paulatino que se tem verificado nas últimas semanas, a situação continua longe da que se viveu em fevereiro, quando se chegou a contabilizar 332 internamentos no maior hospital de Lisboa.

O perfil dos internados também mudou: se a média de idade rondava os 71 anos há quatro meses, numa altura em que 81% dos doentes tinham mais de 60 anos, agora baixou para os 55 anos e só um terço está acima dos 60. A esmagadora maioria ainda não foi vacinada contra a Covid-19 ou ainda não tinha completado o esquema vacinal.

Em declarações à Rádio Observador, Luís Pinheiro, diretor clínico do hospital, acrescenta que, enquanto em fevereiro apenas 12% dos internados tinham menos de 50 anos, agora a percentagem aumentou para 39%. E confirmou que, apesar do crescimento “paulatino” e “sustentado” no número de internamentos, esse aumento continua “ligeiro” e “muito abaixo dos da última fase da epidemia”.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.