Dark Mode 110kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Hoje é um bom dia para mudar os seus hábitos. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia
i

Há já três regiões em Espanha que obrigam o uso de máscara na rua

JOÃO PORFÍRIO/OBSERVADOR

Há já três regiões em Espanha que obrigam o uso de máscara na rua

JOÃO PORFÍRIO/OBSERVADOR

Afinal, onde devemos usar máscara? Estas são as regras em cada país /premium

Devemos usar máscara só nos transportes públicos e em lojas ou também na rua? Com os últimos alertas da OMS, as regras estão a mudar em alguns países. Em Portugal, para já não.

    Índice

    Índice

O uso obrigatório de máscaras de proteção para prevenir a propagação do novo coronavírus começou por ser um tema de discussão em vários países, incluindo Portugal, com vozes contra e a favor da sua utilização — até passar a ser uma obrigação. Praticamente todos os países atingidos pela pandemia impuseram  o seu uso, mas, à medida que o vírus vai sendo mais estudado, também as regras vão mudando. E se até aqui se podia evitar o uso de máscara caso fossem mantidas distâncias de segurança de dois metros entre as pessoas, com a Organização Mundial da Saúde a alertar para a transmissão do vírus pelo ar há já regiões da Europa a apertarem mais as regras.

Em Portugal, na habitual conferência de imprensa sobre a pandemia, a ministra da Saúde Marta Temido afastou esta sexta-feira a hipótese de passar a ser obrigatório o uso de máscaras na rua em Portugal, lembrando que a sua utilização é já imposta em espaços comerciais e de serviços. “Não vemos necessidade de adoção de outras medidas“, disse. Ainda assim, a ministra admitiu que este é um “tema em aberto” e serão sempre avaliadas as várias opções. E a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, lembrou a importância do distanciamento social e de as famílias viverem em “bolhas” sem grandes convívios com outros agregados familiares — uma das razões que invocou para não reabrir os parques infantis. Para já, o distanciamento social continua a ser o preferido pelas autoridades de saúde.

As recomendações do Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças, atualizadas em finais de junho, são de que todos devem usar máscaras em locais públicos ou junto a pessoas com quem não habitem, especialmente quando não é possível manter as distâncias de segurança. As máscaras não devem, no entanto, ser usadas por crianças com menos de dois anos ou por pessoas que não consigam retirá-las em segurança.

Estes conselhos entraram em cada país de forma diferente. E mesmo dentro de cada um deles as regras podem mudar de região para região, como em Espanha; por estado, como na Alemanha; ou por país no caso do Reino Unido. O Observador resume aqui as regras vigentes nalguns dos países europeus, incluindo Portugal.

DGS alarga recomendação de uso de máscara cirúrgica. Consulte aqui a lista de profissionais abrangidos

Portugal

A Direção-Geral da Saúde, que começou por ser mais resistente ao uso das máscaras, acabou em abril por recomendar o seu uso depois de vários estudos mostrarem que podiam “reduzir a deteção de RNA de coronavírus em aerossóis, com uma tendência para redução em gotículas respiratórias”, ou seja, podiam “prevenir a transmissão de coronavírus para o ambiente, a partir de pessoas sintomáticas, assintomáticas ou pré-sintomáticas”.

Partindo do princípio que um “infetado é transmissor do vírus desde dois dias antes do início de sintomas, sendo a carga viral elevada na fase precoce da doença”, a DGS estabeleceu assim que as máscaras deviam ser usadas por todos em espaços interiores fechados com um número elevado de pessoas [supermercados, farmácias, lojas ou estabelecimentos comerciais, transportes públicos], sempre como medida de proteção adicional ao distanciamento social, à higiene das mãos e à etiqueta respiratória.

No entanto, à medida que foi implementando regras específicas para cada setor, foi especificando outras regras. Dentro das empresas os trabalhadores devem usar máscaras sempre que se levantem dos seus lugares. Nos ginásios ou em locais de prática desportiva a máscara só pode ser retirada no momento do exercício. Já nas escolas, o uso de máscara é obrigatório para professores e alunos com mais de 10 anos. Nas creches e jardins de infância apenas os adultos usam máscaras.

Alemanha

Na Alemanha é obrigatório o uso de máscaras cirúrgicas ou comunitárias em todos os transportes públicos, em todos os estabelecimentos comerciais e nas escolas. Foi também dada autonomia a cada um dos 16 estados para decidir se o uso devia ser recomendado noutros locais.

No estado de Bavária por exemplo, até 1 de julho o uso de máscaras era obrigatório em eventos culturais, agora cada espetador já pode retirar a sua máscara mal se sente no seu lugar. Também a partir de 1 de julho houve alterações às regras no uso de máscaras em transportes e nas lojas e supermercados: se ao balcão existir um separador em vidro ou em acrílico, os funcionários já não são obrigados a estar de máscara. No setor do turismo voltaram a ser permitidos passeios em grupo, no entanto todos devem usar máscara.

Como usar máscaras? O manual de instruções da OMS para evitar erros

Espanha

Em Espanha, até agora a obrigação de uso de máscaras de proteção facial limita-se aos transportes públicos e ao interior das lojas. O uso não é obrigatório ao ar livre. Nas escolas, para os alunos entre os 11 e os 18 anos, o uso é somente obrigatório quando não for possível manter a distância de segurança entre os alunos.

Esta semana, no entanto, a Catalunha, as Ilhas Baleares e a região da Estremadura anunciaram medidas mais restritivas, depois de a OMS vir alertar para o facto de o vírus circular pelo ar, através dos aerossóis transmitidos por quem esteja infetado quando fala, espirra ou tosse. Nestas regiões, o uso de máscaras tornou-se obrigatório ao ar livre.

Nas Ilhas Baleares, em Espanha, passou a ser obrigatório andar de máscara em todos os espaços públicos (interiores ou ao ar livre)

AFP/Getty Images

Nas Ilhas Baleares há, no entanto, exceções: nas praias, nas piscinas, nos ginásios ou locais de prática desportiva ou quando se estiver a comer, a beber ou a tocar instrumentos de sopro. Também se excluem as crianças com menos de 6 anos ou pessoas que não possam utilizar máscara por motivos médicos.

Até aqui, o uso de máscara nas Ilhas Baleares era apenas obrigatório em estabelecimentos públicos interiores ou em espaços públicos onde não é possível garantir a distância mínima de segurança, como transportes. No entanto, por ser uma zona turística, ter ainda casos ativos e ter já detetado algumas festas ilegais, a região decidiu intensificar as restrições. A multa para quem infringir esta regra deverá ser fixada nos 100 euros, à semelhança daquilo que foi decretado esta quarta-feira na Catalunha.

Também o Governo regional da Estremadura vai impor o uso obrigatório da máscara em todos os espaços ao ar livre e fechados, a pessoas a partir dos 6 anos de idade, também aplicando uma multa de 100 euros a quem não cumprir.

Estas medidas entram em vigor nas Estremadura e nas Ilhas Baleares este fim de semana.

Em Itália, na região da Lombardia, não se pode circular na rua sem máscara

Andrea Canali/EPA

Itália

Em Itália, um dos países da Europa mais atingidos pela pandemia, o uso de máscaras é obrigatório em transportes públicos e dentro de todos os estabelecimentos comerciais. As escolas continuam encerradas até setembro e ainda não há, para já, regras para a reabertura.

Quanto aos locais públicos, só na região da Lombardia, a mais atingida pela Covid-19, foi imposta a obrigação de sair de casa já com a máscara na cara. Ninguém nesta zona pode circular de cara destapada. Já no resto do país pode circular-se na rua sem máscara.

Nas escolas francesas os professores têm que usar máscara

AFP via Getty Images

França

Em França o uso de máscaras é obrigatório nos transportes públicos para todos os passageiros com mais de 11 anos. Aos proprietários dos estabelecimentos comerciais foi dada a escolha de imporem ou não a sua utilização, mas a maior parte acabou por tornar o seu uso obrigatório.

Nas escolas, o uso de máscaras é obrigatório para os professores, se estiverem a menos de um metro dos alunos.

No site da Direção Geral da Saúde francesa lê-se que a regra é o distanciamento de “pelo menos um metro” e, quando isso não é possível, deve usar-se a máscara.

No Reino Unido só é obrigatório usar máscaras nos supermercados se não for possível manter a distância de segurança, no entanto cada país pode adotar as suas regras

Getty Images

Reino Unido

À semelhança de França, também no Reino Unido todos os passageiros com mais de 11 anos que frequentem transportes públicos são obrigados a usar máscara.

Já nas escolas a utilização de máscaras não é obrigatória. Mesmo aos professores foi recomendado que usem máscaras apenas se estiverem perante um aluno que aparente ter sintomas do novo coronavírus.

Segundo a informação disponibilizada no site do governo britânico, a máscara também deve ser usada em todas as idas ou visitas ao hospital. Aliás, são as próprias unidades hospitalares que devem fornecer estes materiais de proteção. O governo britânico não obriga o uso de máscaras em locais públicos fechados, onde não seja possível manter a distância de segurança, ou onde estejam pessoas com quem não habitemos, no entanto recomenda o seu uso. “Isto é muito importante em espaços fechados cheios de pessoas”, lê-se. Por outro lado, alerta o governo britânico, sempre que seja necessário por motivos de identificação, a pessoa deve tirar a máscara.

“Há evidências de que o uso de uma máscara não protege. No entanto, se estiver infetado e sem sintomas, pode garantir alguma proteção dos outros em caso de contacto mais próximo”, lê-se. Sempre com o alerta de que a distância social deve ser mantida.

No Reino Unido recomenda-se que menores de 3 anos não usem máscaras de todo.

Grécia

Na Grécia também é obrigatório o uso de máscaras nos transportes públicos, nos estabelecimentos comerciais, mas não nas escolas. Fora de casa, na rua, também não há qualquer imposição para o uso de máscaras de proteção facial para impedir a propagação do novo coronavírus.

Afinal o novo coronavírus transmite-se pelo ar? 6 respostas para perceber o último anúncio da OMS

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.