Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Se não fosse pelo valor dos homens, Portugal teria batido mais uma meta da União Europeia para 2020, a que tem por objetivo que 40% da população, entre os 30 e os 34 anos, tenha concluído uma formação de ensino superior. Entre as mulheres, a barreira não só foi atingida como foi ultrapassada e, graças a um crescimento de 2,1 pontos percentuais, há agora 42,5% de portuguesas diplomadas. Outras metas já alcançadas são as competências dos alunos em Leitura, Matemática e Ciências.

Os valores dos estudantes do sexo masculino estão muito abaixo dos das suas colegas e arrastam a média nacional para baixo. Os 2,1 pontos percentuais que as mulheres sobem são o exato valor que os homens descem e apenas 24,1% tinha conseguido ter um canudo em 2018. Feitas as contas, a média nacional está nos 33,5%, a mesma do ano anterior, e que está ainda muito aquém da meta europeia.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.