Uma imagem que muitos podem considerar icónica: um guarda-redes, sozinho, numa baliza, rodeado por nevoeiro. A legenda da publicação de 12 de setembro diz o seguinte: “Quando você tiver um mau dia, lembre-se de Sam Bartram, o guarda-redes que em 1937 ficou 15 minutos sem perceber que a partida tinha sido suspensa por causa do nevoeiro.” Trata-se, no entanto, de uma publicação enganadora.

De facto, esta é uma história verdadeira e já foi contada por vários órgãos de comunicação social. Sam Bartram, tal como explica o site do ESPN, tornou-se numa figura lendária do futebol em Inglaterra, depois de uma carreira inteira no Charlton. Trabalhou como mineiro, tendo sido captado em 1934 pelo clube que o viria a tornar famoso naquele país. Conta-se também que, ao longo da sua carreira, participou em alguns episódios caricatos, como sair do seu casamento para ir defender as malhas do Charlton ou calçar as luvas logo após ter recuperado de uma intoxicação. A sua fama valeu-lhe, anos mais tarde, uma estátua erguida em 2005, ano do centenário do clube.

Mas a história que vem relatada em 1937 é real e aconteceu numa partida contra o Chelsea, em Stamford Bridge. O resultado estava empatado mas o árbitro do jogo interrompeu tudo aos 61 minutos por causa do nevoeiro. Bartram foi dos últimos em campo a perceber que a partida tinha sido interrompida. Esta história pode ser encontrada também numa coluna de opinião do The Guardian, datada de 2001, mas também na autobiografia do jogador inglês, tal como descreve aquele jornal. A sua vida pode também ser encontrada em vídeo, numa reportagem do Sports Gazette, que pode ser revista no Youtube.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Ainda assim, a imagem que vemos na publicação não corresponde ao episódio relatado. Segundo a AFP, que também verificou esta publicação, a fotografia pode ser encontrada numa galeria do jornal The Guardian. Afinal, a imagem foi captada a 2 de janeiro de 1954, e o guarda-redes fotografado é Jack Kelsey, à data guardião do Arsenal. O momento também pode ser encontrado no site de banco de imagens Getty Images.

Conclusão

Não é habitual no mundo das redes sociais, mas a publicação que conta a história de Sam Bartram, histórico guarda-redes do Charlton, é verdadeira. Contudo, a imagem não corresponde ao episódio relatado. De facto, o guarda-redes inglês foi dos últimos jogadores a perceber-se que a partida de 1937 tinha sido interrompida, algo que vem descrito quer na sua autobiografia bem como por outros jornais internacionais. Já quanto à imagem, pertence ao ano de 1954, durante uma partida entre o Arsenal e o Aston Villa. Jack Kelsey é o protagonista verdadeiro da fotografia que se vê.

Assim, de acordo com o sistema de classificação do Observador, este conteúdo é:

ENGANADOR

No sistema de classificação do Facebook este conteúdo é:

PARCIALMENTE FALSO: as alegações dos conteúdos são uma mistura de factos precisos e imprecisos ou a principal alegação é enganadora ou está incompleta.

Nota: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

IFCN Badge