Mary Soames, a filha mais nova de Winston Churchill, primeiro-ministro do Reino Unido durante a II Guerra Mundial, morreu aos 91 anos. O anúncio foi feito pelo filho, Nicholas Soames, deputado conservador no Parlamento britânico, que lembrou a mãe como “uma mulher extraordinária e verdadeiramente notável”.

Mary nasceu a 15 de setembro de 1922 e era a única dos cinco filhos de Winston e Clementine Churchill que ainda estava viva. Durante a II Guerra Mundial, Mary esteve na Cruz Vermelha e em várias unidades militares em Londres, na Bélgica e na Alemanha.

Depois da guerra casou com o político conservador Christopher Soames, com quem teve cinco filhos. Após a morte do marido, em 1987, Mary tornou-se presidente do conselho de administração do Teatro Nacional de Londres, função que desempenhou durante seis anos. Ficou conhecida na área da literatura por ter sido a autora da biografia da mãe, Clementine Churchill, obra que lhe valeu alguns prémios, entre os quais o Wolfson Prize for History e o Yorkshire Post Prize for Best First Work.