O ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, anunciou esta quarta-feira a extinção e liquidação da Empresa de Meios Aéreos (EMA), o que vai proporcionar uma poupança anual estimada em cerca de 11 milhões de euros.

Numa conferência de imprensa realizada na Autoridade de Proteção Civil (ANPC), Miguel Macedo adiantou que o processo de liquidação e extinção da EMA é “complexo”, sublinhando que vai trazer “efetivos e poupanças para o Estado”.

“Foi extinta a única empresa da esfera do Ministério da Administração Interna, o que proporcionará uma poupança anual estimada de 37% da despesa, correspondente a 11.77.354 euros”, disse o secretário de Estado da Administração Interna, João Almeida, também presente na conferência de imprensa.