A Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol) emitiu hoje um mandado de captura internacional com “alerta vermelho” para o ex-Presidente da Ucrânia Viktor Ianukovich.

Ianukovich, de 64 anos, é procurado por desvio de fundos e fraude na Ucrânia, de onde fugiu em fevereiro, depois de uma revolução pró-ocidental ter derrubado o seu regime. O ex-chefe de Estado ucraniano, a residir na Rússia desde que foi deposto, e membros da sua família são acusados de ter feito grande fortuna enquanto ele esteve no poder.

Um dos filhos de Ianukovich, Oleksandr, conseguiu fazer, na indústria mineira do carvão, uma fortuna estimada em 420 milhões de euros, apesar de ser médico-dentista de profissão. A Ucrânia classificou-se em 144.º lugar de entre os 177 países que integram o Índice de Transparência da Perceção da Corrupção Internacional.