Laurent Fabius, ministro dos Negócios Estrangeiros francês, lançou um aviso a David Cameron: a renegociação dos termos de permanência do Reino Unido na União Europeia (UE) antes de ser feito um referendo é um processo “perigoso”, escreveGuardian. A consulta popular para apurar se o Reino Unido deve ou não permanecer na UE deverá ser feito até ao final de 2017. O ministro avisou  também que Paris iria negar uma eventual exigência por parte do Reino Unido de um “estatuto especial” na UE.

“Considero este processo muito perigoso … A população britânica tem se habituado a ouvir que ‘a Europa é uma coisa má’, e no dia em que forem confrontados com uma decisão, o risco é que sejam eles a dizer-nos que a Europa é uma coisa má”, alertou o ministro à estação de rádio France Inter.

Dando uso à sua “metáfora preferida” para explicar a posição do Reino Unido, Laurent Fabius afirmou que “não nos podemos juntar a um clube de futebol e decidir a meio do jogo que a partir de agora vamos passar a jogar rugby”.

Esta quarta-feira, durante a cerimónia oficial de apresentação novo programa do Governo de David Cameron, a Rainha Isabel II anunciou uma proposta de lei para a organização do referendo até ao final de 2017.