A Associação de Bancos Gregos, a Comissão do Mercado de Capitais da Grécia e a União de Corretoras querem reabrir a Bolsa de Atenas na próxima semana mas a intenção está dependente da aprovação do Banco Central Europeu (BCE) e do Ministério das Finanças.

Fechada há três semanas, desde o Governo decidiu avançar com um referendo e fechar os bancos para impor os controlos de capitais, a abertura da Bolsa de Atenas tem sido continuamente adiada, mesmo com o feriado bancário a terminar na segunda-feira passada.

Os bancos abriram, mas mantiveram muitas das limitações, incluindo às transferências de dinheiro para fora da Grécia e os limites aos levantamentos, embora o valor seja mais alto. O mesmo problema parece aplicar-se à Bolsa de Valores. Como as transações implicam transferências para fora da Grécia, a abertura tem sido continuamente adiada.

No entanto, segundo a Bloomberg, estas três entidades juntaram-se para fazer uma proposta para a abertura da Bolsa. A intenção é abrir a Bolsa no início da próxima semana. Mas vai depender da aprovação tanto do BCE, como Ministério das Finanças, que tem a última palavra no que a controlos de capitais diz respeito.

O encerramento da Bolsa tem sido renovado sucessivamente, estando previsto terminar na próxima segunda-feira, mas ainda não há decisão sobre o rumo a seguir.