Religião

Cardeal-patriarca de Lisboa participa no encontro da comunidade Taizé

D. Manuel Clemente, participa, em agosto, no “Encontro por uma nova solidariedade”, em Taizé, França, juntamente com 58 jovens, anunciou a diocese.

JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

O cardeal-patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, participa, em agosto, no “Encontro por uma nova solidariedade”, em Taizé, França, juntamente com 58 jovens, anunciou a diocese.

A comitiva portuguesa estará em Taizé, na região de Saône-et-Loire, no leste de França, de 9 a 16 de agosto, e entre outras iniciativas, “irá animar dois ateliês”, segundo a mesma fonte.

O primeiro ateliê, no dia 13, decorre sob o tema “Também eu não te condeno – uma reflexão bíblica sobre a história da mulher adúltera”, e o segundo, no dia seguinte, debate “Que renovamento está a acontecer hoje na Igreja?”.

Manuel Clemente irá ainda participar “em diversos fóruns com testemunhos sobre a alegria, a simplicidade e a misericórdia”.

No dia 15 de agosto, dia solene para os católicos que celebram “a assunção de Nossa Senhora”, o fórum contará com a presença do eurodeputado belga Philippe Lamberts, destaca o Patriarcado lisboeta.

Os jovens portugueses participam através da inscrição no Serviço da Juventude do Patriarcado de Lisboa, prevendo-se a partida do grupo no dia 8 de agosto, às 11h00, do Seminário dos Olivais, em Lisboa, após a celebração da eucaristia.

O encontro europeu é organizado pela comunidade ecuménica de Taizé, e visa celebrar os 75 anos da sua criação, e o centenário do nascimento do seu fundador, o “Irmão Roger”.

Segundo a mesma fonte, que cita a organização do encontro, “são esperados milhares de jovens, entre os 18 e os 35 anos, provenientes de toda a Europa”.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Cristianismo

A Ucrânia e os valores cristãos da Europa

Pavlo Klimkin
373

Na Rússia ortodoxa nunca houve liberdade, democracia, abertura, nem tolerância como valores. Portanto, a Rússia não pertence à civilização da Europa, apesar de todas as semelhanças externas. 

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)