Rádio Observador

Meteorologia

5 coisas para fazer em dias de chuva

O outono chegou e com ele a chuva, que impede muitos de sair e convida a um programa caseiro. Mas o que fazer? Se está indeciso ou apenas aborrecido, confira as nossas sugestões.

Fox Photos/Getty Images

O outono está aí. E, apesar de a temperatura ter descido, o corpo parecer outro, as folhas mudarem de cor, já lhe demos 25 razões para gostar desta estação.

Para uns as cores do outono são lindas, para outros a luz é mágica, mas há sempre um “mas”. Há quem considere que a chuva estraga (quase) tudo. E um dia ou tarde de chuva podem até ser motivo para neura ou tristeza. É o seu caso? Então relembre alguns truques que vão aumentar o seu ânimo em poucos segundos.

E passe à ação, porque como diz o ditado, “tristezas não pagam dívidas”. Não sabe o que fazer? Aqui ficam cinco sugestões.

Organize o guarda-roupa. A decisão de sair de casa, apesar da chuva, até parecia estar tomada. Mas quando procuramos pela gabardine ou pelo chapéu de chuva nem sabemos bem onde estão. Se calhar o melhor é mudar de planos e ficar em casa a preparar o armário para a nova estação. Não sabe por onde começar? Veja aqui como organizar o guarda-roupa em sete passos.

© pack_zero/iStock by Getty Images

Prepare o seu armário para o inverno

Fique no sofá a ver televisão. Um programa clássico para dias de chuva, em que a preguiça ataca e impede de fazer outra coisa que não vegetar em frente à caixa mágica.  Indeciso sobre o que lhe apetece ver? Escolha uma ou várias das 10 séries para a rentrée televisiva ou um filme.

attends the "Empire" Series Season 2 New York Premiere at Carnegie Hall on September 12, 2015 in New York City.

Taraji P. Henson, protagonista da série Empire que acabou de estrear a sua segunda temporada

Faça um bolo. Ainda sabe onde se liga o forno? Se calhar já nem se lembra da última vez que fez um bolo. Parece-lhe boa ideia, mas não sabe por onde começar? Sugerimos um bolo de nozes e uvas para acompanhar uma chávena de chá e confortar o estômago num lanche demorado.

bolo_uvas_nozes_obs

Faça um bolo com os sabores do outono

Jogue sem sair de casa. E não nos referimos a jogos de sorte ou azar. Se é fã de videojogos, tem muito por onde escolher. Pode “perder-se” no arquivo online e gratuito de 2400 jogos MS-DOS ou escolher um dos 15 jogos da rentrée. Se quer afastar-se dos ecrãs e precisa de entreter miúdos e graúdos jogue um jogo de tabuleiro. O Monopólio é sempre uma opção popular.

SYDNEY, AUSTRALIA - JUNE 05: Jeremy Johnson from Sovereign Hill Museums plays the new look Australian Here and Now Monopoly board at Hasbro's Head Office on June 5, 2007 in Sydney, Australia. 16.8 million votes determined which 22 regions made it onto the all new Australian Monopoly Here & Now board. (Photo by Lisa Maree Williams/Getty Images)

O Monopólio celebra 80 anos

Ponha a leitura em dia. Pegue num dos 1o livros que lhe sugerimos aqui. Ou então leia o mais recente livro de Afonso Cruz, o “Flores”. Ou o “Uma História da Curiosidade” de Alberto Manguel.

Flores Kfrente

O mais recente livro de Afonso Cruz foi editado pela Companhia das Letras

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros de órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)