Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Até ao final do prazo, que terminou esta semana, a Ongoing não recebeu propostas vinculativas para a compra do jornal Diário Económico e do respetivo canal de televisão, o Económico TV, noticia o Correio da Manhã (CM). No entanto, segundo o CM, Domingos Vunge, empresário angolano, ainda se encontra interessado em adquirir ambos os títulos.

Vunge, que é proprietário da editora Media Rumo e que lançou o semanário Mercado este ano, “terá assinado um acordo de princípio para a aquisição do Económico, mas exige um corte na dívida da empresa”, diz o Correio da Manhã. Ora, sendo o Novo Banco o maior credor da empresa, tem que ser esta instituição bancária a aprovar a operação.

O CM diz ainda que a venda poderia ser feita com o vice-presidente do Millenium BCP, Carlos Silva. Contactado pelo diário da Cofina, o diretor do Diário Económico, Raúl Vaz, remeteu todos os comentários para a Ongoing, a empresa titular do Económico. Raúl Vaz afirmou apenas que “não poderia estar mais tranquilo”, mesmo no que diz respeito ao pagamento dos salários em atraso de novembro.

Os trabalhadores do Económico ainda não receberam o vencimento respeitante ao mês de novembro e, segundo o CM, não sabem se chegarão a receber o subsídio de Natal.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR