Rádio Observador

Futuro da Grécia

Grécia já “aceita” que o FMI participe no terceiro resgate

453

Tsipras estava "frustrado" com o FMI e dizia que não era necessário para o 3º resgate. Mas nos últimos dias os outros ministros das Finanças terão persuadido Euclid Tsakalotos a desistir da ideia.

AFP/Getty Images

O Fundo Monetário Internacional (FMI) será parte ativa no terceiro resgate à Grécia, “não só em termos de assistência técnica mas, também, no pacote financeiro“, confirmaram esta quinta-feira o ministro das Finanças do país, Euclid Tsakalotos, e o presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem. Trata-se de uma cedência por parte do governo grego, já que o primeiro-ministro Alexis Tsipras ainda no mês passado tinha defendido que a participação do FMI não era “necessária”.

O primeiro responsável a adiantar a informação foi o holandês Jeroen Dijsselbloem, à entrada para a reunião dos ministros das Finanças da zona euro, a que preside. Dijsselbloem falou com o ministro das Finanças grego e “Tsakalotos confirmou que o governo grego aceita que o FMI precisa de fazer parte deste processo”, disse o holandês esta quinta-feira em declarações citadas pelas agências noticiosas.

“Isso era algo absolutamente claro para ele, e faz parte do acordo obtido este verão“, acrescentou Jeroen Dijsselbloem. Esse acordo, que surgiu apesar de o referendo grego de 5 de julho ter votado Não ao terceiro resgate à Grécia, implica um pacote financeiro de 86 mil milhões de euros. Um montante que vários países europeus, entre os quais a Alemanha e a Finlândia, advertiram desde logo que não poderia ser totalmente suportado pelos fundos europeus.

Numa entrevista ao jornal alemão Handelsblatt, Euclid Tsakalotos confirmou que, efetivamente, há um entendimento para o envolvimento do FMI – apesar do que o governo grego vinha defendendo nos últimos meses. “O envolvimento do FMI é algo sobre que existe acordo. Este é o nosso compromisso“, afirmou Euclid Tsakalotos ao Handelsblatt.

Responsáveis como Wolfgang Schäuble, ministro das Finanças da Alemanha, e o finlandês Alexander Stubb tinham indicado que essa participação do FMI não era negociável. Isto apesar de, nas palavras de Tsakalotos, o primeiro-ministro Alexis Tsipras se sentir cada vez mais “frustrado” com as recomendações que o FMI estava a fazer, na qualidade de participante técnico na aplicação do terceiro resgate.

O jornal grego Kathimerini adianta que a diretora-geral do FMI, Christine Lagarde, deverá encontrar-se com Alexis Tsipras para conversarem sobre o terceiro resgate, incluindo a forma como poderá haver um alívio da dívida grega aos fundos europeus – como o FMI exige como pré-condição para participar no resgate e como Alexis Tsipras prometeu na campanha eleitoral.

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros de órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: ecaetano@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)