O Qatar vai doar 30 milhões de dólares para ajudar as vítimas do furacão Harvey no estado norte-americano do Texas, anunciou o embaixador em Washington na quinta-feira. Este montante de 30 milhões de dólares (cerca de 25 milhões de euros) será a maior contribuição de um governo estrangeiro para ajudar os trabalhos de recuperação das áreas devastadas pelo Harvey.

No mesmo dia, os Emirados Árabes Unidos, um dos rivais do Qatar na disputa pelo Golfo Pérsico, anunciaram uma doação de 10 milhões (cerca de 8 milhões de euros).

As duas doações foram anunciadas depois de o líder do Kuwait, que tem estado a mediar a crise diplomática entre o Qatar e quatro países da região, ter estado em Washington para discutir o conflito com o Presidente Donald Trump e outros dirigentes norte-americanos.

O Qatar prometeu os fundos através do recém-criado Qatar Harvey Fund, que o embaixador Meshal bin Hamad Al Thani disse ser destinado a “ajudar a reconstruir as comunidades” afetadas pelas inundações.

Bahrein, Egito, Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos cortaram laços com o Qatar em junho, acusando o país de financiar grupos terroristas.

O furacão Harvey matou pelo menos 70 pessoas no Texas.