Três jogadores de futebol do Arandina, uma equipa que joga na terceira divisão espanhola, estão a ser acusados da violação de uma menor. Segundo o El Mundo, o crime aconteceu há dez dias na região de Aranda de Duero, na província de Castela e Leão.

Os acusados são o guarda-redes Víctor Rodríguez Ramos e os avançados Carlos Cuadrado e Raúl Calvo, de 22, 24 e 19 anos, respetivamente. A rapariga – menor de idade – deslocou-se ao apartamento que os três jogadores dividem para ter relações sexuais com um deles, com quem mantinha uma relação afetiva. De acordo com o El Mundo, os outros dois intervieram sem o consentimento da menor e os três jovens violaram a rapariga. Ainda que não exista qualquer prova, o jornal espanhol adianta que o episódio pode ter sido gravado e partilhado nas redes sociais por um dos rapazes intervenientes.

Num primeiro momento, apenas Víctor e Carlos foram detidos, já que Raúl se encontrava em Valladolid. Quando voltou a Aranda de Duero, entregou-se na esquadra, a pedido das autoridades. Viti, Lucho e Calvo, como são conhecidos, passaram a noite detidos e devem ser presentes a um juiz esta quarta-feira.

O Arandina, o clube dos jogadores, já emitiu um comunicado em que garante que “os jogadores serão afastados do clube caso as acusações sejam confirmadas”.