O condutor de um carro que atropelou várias pessoas na terça-feira junto ao parlamento britânico, em Londres, foi acusado este sábado de tentativa de homicídio, disse fonte policial. Segundo a polícia metropolitana da capital do Reino Unido, Salih Khater, de 29 anos e de origem sudanesa, é suspeito dos crimes de tentativa de homicídio de agentes da autoridade e tentativa de homicídio de cidadãos.

Três pessoas ficaram feridas, embora já tenham tido alta hospitalar, quando o veículo conduzido por Khater, que vai ser presente a tribunal na segunda-feira, atingiu um grupo de ciclistas e, depois, o posto de segurança que fica nas imediações de Westminster.

Homem detido depois de conduzir carro contra o Parlamento britânico. Polícia trata caso como “incidente terrorista”

O incidente ocorreu menos de ano e meio depois de um outro indivíduo ter lançado um carro contra transeuntes a pé na Ponte de Westminster, provocando quarto mortes antes de esfaquear um polícia, que viria a morrer também. O homem acabaria por ser abatido a tiro.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Menos de três meses depois uma carrinha também atropelou cidadãos em London Bridge. Três indivíduos que ocupavam o veículo atacaram em seguida diversas pessoas em Borough Market, matando oito pessoas e ferindo outras 48.