Um leão com cancro de pele deu entrada numa clínica de humanos da cidade de Pretória para uma inusitada intervenção médica. O animal, de 258kg, vive em cativeiro num parque da África do Sul e teve que recorrer à Muelmed Mediclinic por não existir nenhuma clínica veterinária capaz de levar a cabo a intervenção.

De acordo com o El Español, Caos, assim se chama o leão, sofre de cancro de pele no nariz e foi submetido a uma cirurgia levada a cabo por cinco especialistas em radioterapia e um médico oncologista. A cuidadora do animal revelou que este é um tratamento caro, mas que vale cada cêntimo: “faremos o que for possível para o salvar”, sustentou.

Embora este não seja um procedimento convencional, o oncologista responsável pela intervenção explicou que para além de centro de oncologia para humanos, a clínica também tem licença para tratamentos veterinários, sendo uma prática perfeitamente legal.

A intervenção cirúrgica a que Caos foi submetido acabou por ser muito célere, sendo que menos de três horas depois de ter saído da reserva natural, o animal já estava de novo em casa onde permanece em repouso, afastado dos outros leões.