O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, cometeu uma gaffe neste domingo na reunião semanal de gabinete e chamou Boris Yeltsin, o ex-presidente russo que morreu em 2007, ao primeiro-ministro britânico Boris Johnson, noticia o The Guardian.

É possível ouvir Netanyahu a dizer no vídeo: “Voltei de uma visita muito agradável em Londres, onde estive com o primeiro-ministro Boris Yeltsin e o secretário de defesa dos Estados Unidos”.  Veja aqui.

Horas depois, o governo fez uma publicação na conta oficial do Twitter de Netanyahu de um vídeo editado, no qual ouve-se apenas o primeiro-ministro a dizer o nome correto de Boris Johnson sobre uma imagem de uma reunião.

Oficiais do gabinete prontamente alertaram-no sobre a troca de nomes, ao que Netanyahu sorriu, corrigiu, e brincou sobre estar a verificar se os colegas estavam atentos.

Na última quinta-feira, os homólogos britânico e israelita encontraram-se durante uma breve viagem de Netanyahu a Londres.

A gaffe acontece num momento em que o primeiro-ministro israelita tenta a reeleição na próxima semana, e em que saem frustradas tentativas de formar uma coligação para o novo governo, depois de desentendimentos com os partidos judeus ultra-ortodoxos.