Um casal americano, que segue uma alimentação vegan, vai ser julgado por homicídio depois da morte do filho de 18 meses, por malnutrição.

Ryan O’Leary, de 30 anos, e Sheila O’Leary de 35, foram acusados de homicídio do próprio filho, que morreu a 27 de setembro, e irão permanecer detidos até à data do julgamento, em dezembro.

A dieta da criança baseava-se em alimentos crus, frutas e leite materno. Quando os serviços de emergência acorreram ao local o bebé apresentava inchado nas pernas, mãos e pés, e manifestava sintomas de esteatose hepática não alcoólica. Pesava apenas sete quilos e setecentas gramas — o peso normal para uma criança de sete meses, segundo a plataforma babycenter.com.

O bebé de 18 meses nasceu em casa e nunca tinha visitado um médico.

Os pais encontraram a criança sem respirar e fria quando decidiram chamar os serviços de urgência. No entretanto, o pai terá tentado reanimá-la, mas sem sucesso. A morte foi declarada pelos paramédicos no local.

O casal, que tem mais dois filhos com três e cinco anos, alimentava as crianças com uma dieta à base de alimentos crus e frutas, sobretudo mangas, bananas e abacates. A polícia, que averiguou a situação, terá constatado que os outros dois filhos do casal se apresentavam pálidos, com os dentes escuros, descuidados e com cáries, segundo a News Press.