Fundada em 2017, a Associação Heróis Obrigatórios, doravante designada por “Saber Compreender” dedica-se ao apoio, sinalização e encaminhamento de pessoas em situação de sem-abrigo e distribuição de bens. Esta terça-feira anunciou, em comunicado, que irá interromper temporariamente as rondas quinzenais que faz em vários pontos da cidade do Porto.

“A Saber Compreender’ encontra-se neste momento a desenhar um plano de contingência devido à epidemia Covid-19, com vista a ter uma ação pro ativa de prevenção as próximas rondas serão canceladas. Esta situação será mantida enquanto se considerar prudente“, pode ler-se no comunicado.

“A próxima seria no sábado à noite e será cancelada”, confirmou ao Observador Alexandra Fiães, uma das responsáveis. A associação costuma preparar 100 kits alimentares compostos por um pão com doce, leite ou sumo, um bolo, chá e café, que distribuir na totalidade em zonas da cidade como bairros – Cerco, Pasteleira ou Pinheiro Torres — mas também a rua Escura, Santa Catarina ou nas traseiras do Mercado do Bom Sucesso, na Boavista.

Alexandra Fiães adiantou ainda que a associação está também a ponderar cancelar algumas atividades previstas, uma delas é a recolha de bens alimentares em lojas Pingo Doce, no final de mês de março.

Contactos pelo Observador, a CASA – Centro de Apoio ao Sem Abrigo tem mantido até ao momento a sua atividade normal, composta por rondas três vezes por semana. No entanto, adotou algumas medidas preventivas. “Temos pedido aos voluntários que usem luvas e gel desinfetante e mantenham a distância recomendável dos utentes”, contou ao Observador Natália Coutinho.

O Serviço de Assistência Organizações de Maria (SAOM) garantiu ao Observador que, apesar da presença do vírus a norte, tem mantido as suas ações regulares, seja no apoio domiciliário, na medicação com metadona e no apoio noturno a pessoas em situação de sem abrigo.