O primeiro-ministro inglês, Boris Johnson, recebeu neste domingo, em Downing Street, o enfermeiro português Luís Pitarma e outros membros da equipa de médicos e enfermeiros que lhe salvaram a vida quando esteve internado uma semana no St Thomas’ Hospital com coronavírus.

“Esta tarde, tive a honra de receber em Downing Street aqueles que cuidaram de mim no Hospital de St. Tomas, no dia em que celebramos o 72.º aniversário do nosso Sistema Nacional de Saúde”, escreveu no Twitter.

Luís Pitarma passou três noites seguidas ao lado do primeiro-ministro e Boris Johnson já tinha agradecido ao enfermeiro quando recebeu alta hospitalar.

“Quero dar um cumprimento especial a dois enfermeiros que se mantiveram junto a mim durante 48 horas, quando tudo poderia ter acontecido. Assim, agradeço à Jenny, da Nova Zelândia, e ao Luís, de Portugal, mais concretamente de uma localidade perto do Porto”, publicou no Twitter a 12 de abril de 2020.

Luís Pitarma é natural de Aveiro e foi para Lisboa em 2009 para estudar na Escola Superior de Enfermagem de Lisboa, curso que terá completado em 2013, depois de uma experiência de Erasmus na Universidade de Ciências Aplicadas, em Lahti, na Finlândia. Além dos agradecimentos do primeiro ministro inglês, Luís Pitarma também recebeu, na altura, chamadas de Marcelo Rebelo de Sousa e António Costa a agradecer o empenho dos profissionais de saúde no estrangeiro.

Luís Pitarma é de Aveiro e tem 29 anos. Foi ele o enfermeiro português ao lado de Boris Johnson