O excerto filmado tem pouca qualidade e não chega a ter 20 segundos de duração, mas já se transformou num vídeo viral a circular pelo Facebook. De acordo com a legenda que o acompanha, as batas de médico que se veem a voar para um monte no chão seriam uma forma de protesto dos médicos franceses. Tudo porque estes teriam descoberto que a Covid-19 seria um golpe. As informações são falsas.

Vídeo que alegadamente mostra os médicos franceses a despirem equipamento

Os detalhes do post são vagos, o que constitui logo o primeiro sinal de alerta. Não se explica em que hospital acontece este protesto, nem quando, e também não se entende exatamente porque é que o novo coronavírus é um “golpe”, como garante a publicação.

É verdade que nas imagens estão médicos franceses, mas o momento registado nem sequer aconteceu durante a pandemia atual. Foi filmado a 14 de janeiro de 2020, dez dias antes de ser registado o primeiro caso de Covid-19 em França. O autor das imagens é o médico Bernard Jomier e foi o próprio que as partilhou na respetiva conta de Twitter. Esta versão, que é a original, tem 45 segundos e muito melhor qualidade do que aquela que acabou por ser partilhada no Facebook.

No vídeo original, de janeiro deste ano, os profissionais de saúde estão a abandonar uma cerimónia organizada pela direção do hospital St-Louis, em Paris, para demonstrarem a insatisfação perante as más condições de trabalho naquele hospital. A iniciativa surgiu depois de, em dezembro do ano passado, 660 médicos terem ameaçado com a demissão, caso não fossem garantidas melhores condições de trabalho nos hospitais públicos franceses. A 14 de janeiro eram já mil os médicos em protesto, entre os quais 600 chefes de serviço, prontos para renunciar aos respetivos cargos administrativos, como noticiou a imprensa francesa na altura.

Entretanto, com os números da pandemia em França a rondarem os 177 mil infetados e mais de  30 mil mortes, o governo avançou com um pacote de medidas destinado a reestruturar o sistema de saúde. Na terça-feira, 21 de julho, foram anunciados aumentos de salários, investimentos e criação de postos de trabalho. As negociações duraram meses e acabaram por ser aceleradas devido à Covid-19.

Conclusão

Não é verdade que os médicos franceses tenham descoberto que a Covid-19 é um “golpe” e tenham atirado as batas ao chão como forma de protesto. O vídeo que circula com essas imagens é de 14 janeiro, quando ainda não havia casos do novo coronavírus confirmados no país, e a iniciativa pretendia demonstrar a insatisfação dos profissionais de saúde perante a falta de condições de trabalho. Entretanto, o governo francês anunciou um pacote de medidas com aumento de salários e mais investimentos.

Assim, de acordo com o sistema de classificação do Observador, este conteúdo é:

ERRADO

No sistema de classificação do Facebook, este conteúdo é:

FALSO: As principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota 1: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

Nota 2: O Observador faz parte da Aliança CoronaVirusFacts / DatosCoronaVirus, um grupo que junta mais de 100 fact-checkers que combatem a desinformação relacionada com a pandemia da COVID-19. Leia mais sobre esta aliança aqui.

IFCN Badge