Alberto Gonçalves

Colunista

Artigos publicados

Crónica

São os loucos de Lisboa (e do resto do país) /premium

923
Portugal está repleto de imbecis, dos quais os maiores enchem as televisões a dar palpites, e os ligeiros servem de coro nas redes sociais (aparentemente os indivíduos equilibrados vivem no manicómio)
Pedro Passos Coelho

Um almoço com Pedro Passos Coelho /premium

3991
Achei Pedro Passos Coelho um homem provavelmente justo e evidentemente decente. Mesmo as pessoas que obviamente despreza são por ele desprezadas com decência, e ridicularizadas com adjectivos justos.
Política

Desabafo a propósito de algumas direitas /premium

440
Para o Estado, e para a lei, não deveria haver senão cidadãos. É absurdo criticar as “identidades” sem compreender a sua trafulhice intrínseca, ou contrapondo quadros “identitários”  similares.
Novo Governo

Eles tomam posse e não deixam nada /premium

797
Agora a sério (se possível): antigamente a sujidade da política sofria uma demão de verniz. Nas situações extremas, varria-se o lixo para debaixo do proverbial tapete. Nos tempos que correm, é isto.
Crónica

O sonho de Portugal é fingir que é um país /premium

1745
O melhor de Portugal são aqueles instantes em que se esforça por simular a aparência de uma nação a sério e acaba a demonstrar espectacularmente que não passa de um equívoco.
Partido LIVRE

Quem fala assim é de extrema-esquerda /premium

2427
No fundo, e à superfície, o Livre mistura os horrores do BE com as abominações do PAN, mantendo o ressentimento, o moralismo, o revisionismo, a vocação proibicionista e a natureza totalitária de ambos
Politicamente Correto

Leonard Cohen e os novos puritanos /premium

326
É um mundo fragmentado e desolador, repleto de beatos e bufos. Todos sonham construir carreiras assim, a denunciar, a perseguir, a excomungar, a destruir quem calha e a propósito do que calha.
Eleições Legislativas

Um guia inútil para o voto útil /premium

495
Perante o alheamento dos cidadãos, resolvi juntar o desagradável ao escusado e contribuir com o meu próprio alheamento. Eis, portanto, partido a partido, um guia inútil para o voto útil no dia 6.
Eleições

A evaporação da democracia /premium

1472
Cantando e rindo, os portugueses marcham para o abismo e só darão por ele quando se esbardalharem lá em baixo. Ou, palpita-me, nem aí. Não seria a primeira vez.
Ambiente

A pequena Greta e os seus minúsculos devotos /premium

2907
A pequena Greta mostrou aos brutos que atentam contra a natureza a maneira correcta de se viajar: em veleiros que pertencem a príncipes e custam milhões.
Política

As “elites” (risos) a que chamamos elites /premium

1588
Veja-se os Costas, os Marcelos, os Césares, os Rios, as Catarinas, os Jerónimos, os Louçãs, os Ferros, os Salgados, os Mendes, os Pachecos. É possível conter o riso face a semelhante ramalhete?
Combustível

Bom dia, Caracas (notas sobre a greve) /premium

1826
Com a greve a decorrer, o dr. Costa imaginou que ficaria bem no papel de Churchill, a decidir os destinos da Terra a partir dos “war rooms”. Imaginou mal.
Crónica

I love Portugal /premium

2410
Os portugueses lúcidos, coitados, padecem da esperança de que os portugueses restantes acordem para as delícias da liberdade. Sucede que para os simplórios a liberdade não é deliciosa: é uma ameaça.
Governo

O poder, o poder absoluto e o poder socialista /premium

1895
Não deveria ser necessário notar que o assunto não é tanto do domínio da lei quanto do da decência. E se mudar a lei é simples, abandonar a indecência congénita é tarefa de elevada complexidade.
Crónica

O que fazer quando se fazem 50 anos /premium

1198
Se o que importa é o que fazemos com os anos, a verdade é que, nestes 50, fiz o que quis, o que pude, o que soube e principalmente o que calhou. Amanhã, faço 50 anos. E depois de amanhã, faço o quê?
Feminismo

Liberdade p/assar /premium

1301
O descaramento do MDM e associações similares é infinito. Uma coisa, já de si irritante, é a sensibilidade contemporânea a matérias tão insignificantes que não ofenderiam o antigo arcebispo de Braga.
Liberdade de Expressão

Notícias da Inquisição Portuguesa /premium

2525
A preocupação dessa gente, que de resto enxovalha com jovialidade os homens, os brancos, os heterossexuais, os “ricos”, os cristãos ou os judeus, não são as calamidades, mas as liberdades.
Crónica

A lição e a demolição do prédio Coutinho /premium

1533
O Estado serve para desumanizar os cidadãos. E os cidadãos deveriam servir para abominar o exercício e opor-se-lhe. É evidente que o Estado, que detém a força, acaba por ganhar sempre, ou quase sempre
Crónica

Esta não é uma crónica sobre o prédio Coutinho /premium

1280
Portugal para os portugueses. Nenhum estrangeiro mentalmente equilibrado aguentaria isto mais do que um fim-de-semana. A apatia perante os selvagens que mandam no país não é para todos os paladares.
Aquecimento Global

O nosso país a afundar /premium

1342
Grosso modo, é Portugal, que se afunda a uma velocidade com que Tuvalu e a Terra e a Time não sonham. E o melhor é que não precisamos de aquecimento global. O descaramento local é suficiente.
A página está a demorar muito tempo.