804kWh poupados
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

José Pinto

Convidado

Artigos publicados

Assembleia Da República

Chega e PS: um semiparlamentarismo confuso

Percebe-se a razão de um Secretário de Estado afirmar publicamente que o Governo pode não durar muito. Para mal do interesse nacional, a paciência, ao contrário da hipocrisia, tem limites.
Relações Internacionais

As guerras no Mundo de múltiplas ordens

Hoje as guerras são crescentemente híbridas. Exigem elevados sacrifícios humanos e materiais, usam a dimensão cibernética e não dispensam o discurso e o sorriso. Uma mescla de soft, sharp e hard power
Legislativas 2024

Chega: o partido a que ninguém se chega?

A História mostra que não tem sido fácil o relacionamento dos partidos da mainstream com os partidos populistas, sobretudo com os culturais ou identitários.
PSD

Eleições nos Açores: vinho velho, uma garrafa nova

Se os eleitores derem razão às sondagens, o problema de Bolieiro passará por ter engenho para engarrafar vinho velho numa garrafa nova. E sem a ajuda do gerente da empresa que tem sede no continente.
Eleições

O Chega, o Dromedário e o Camelo

A crescente intenção de voto à direita das sondagens, conjugada com a ideia de que nenhum partido logrará maioria absoluta nas legislativas, indiciou que a dicotomia esquerda-direita estava de volta.
PS

Pedro Nuno ganhou uma pizza quatro estações

Se há algo surpreendente na vitória de Pedro Nuno é apenas a percentagem com que foi eleito: 62% é um valor bastante inferior àquele que foi obtido por Costa face a Seguro e deste em relação a Assis.
Espanha

Sanchismo: uma deriva populista

Malgrado a Constituição de Espanha não mencionar uma única vez a palavra «amnistia», poucas dúvidas restam de que a dupla Pedro Sánchez – Yolanda Diaz vai conseguir dar a volta ao texto.
Democracia

Sánchez e António Costa: a síndrome do Rei-sol

Como o processo em curso para a formação do novo Governo espanhol deixa claro, Sánchez capturou o partido e só dá ouvidos a quem serve de caixa de ressonância das suas ideias.
Política

Cavaco Silva: de político a politólogo?

Cavaco defende que o livro não atribui qualquer influência aos acontecimentos dos últimos tempos. Aqueles em que a coabitação pacífica entre Belém e São Bento cedeu lugar a uma crispação indisfarçável
Ocidente

Os aliados naturais de Vladimir Putin

Xi Jinping aguarda o momento de ser chamado à cena. Em nome de um Mundo pós-hegemónico. Oxalá que, na Terra do Tio Sam, a gerontocracia que luta pela liderança tenha um fugaz lampejo de clarividência.
PSD

Uma rentrée laranja com pouco sumo

No seu piscar de olho ao partido de origem, o PSD, o Presidente da República sabe bem que nas eleições europeias não é apenas o futuro da liderança de Luís Montenegro que está em jogo.
Espanha

A Espanha sequestrada por separatismo e sanchismo

A Espanha não está apenas refém do separatismo, mas também do sanchismo. Aquele que promete um projeto progressista sabendo que não dispõe de projeto.
Podemos

O Podemos a render-se à lógica do capitalismo

Na verdade, não se revela fácil falar de novos direitos e, simultaneamente, negar aos seus trabalhadores o direito ao trabalho.
Política

António Costa e Putin: a Física e a Política

Não é só nos regimes não-democráticos que a obstinação e a persistência no erro são marcas da práxis governativa, pois ao contrário da Física, as leis da Política adaptam-se a conjunturas e realidades
Espanha

Montenegro e os ventos políticos de Espanha

Num país marcado pela polarização política, o eleitorado mostrou preferir coligações com um partido populista cultural ou identitário – o Vox – a com um partido populista socioeconómico – o Podemos.
António Costa

A TAP a destapar a desgovernação socialista

Ao formar o Governo Costa privilegiou a confiança pessoal e a lealdade partidária em detrimento da competência. Um regalo para o aparelho. Uma ameaça para a esperança e para os bolsos dos portugueses.
Brasil

Brasil: a saga dos Presidentes populistas

O Brasil trocou um populista cultural ou identitário por um populista socioeconómico. A saga populista continua. Por mais loas que se cantem ao serviço de Lula da Silva.
PSD

Passos Coelho para além da Festa do Pontal

Os elogios a Montenegro, ao considerá-lo preparado para exercer o cargo de primeiro-ministro, deixaram claro que Passos Coelho não se perfila, no curto ou a médio prazo, como candidato a líder do PSD.
Boris Johnson

Borexit: A ética nos bastidores da Política

O processo de sucessão também será lembrado pela existência de um número tão elevado de candidatos cujo tom de pele não deixa dúvidas sobre a multiplicidade étnica da população inglesa na atualidade.
Angola

Os reais herdeiros de José Eduardo dos Santos

Como a vingança se serve fria, era perfeitamente expectável o braço de ferro entre o Governo de Angola e estes familiares mal a morte de José Eduardo dos Santos fosse declarada.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Há 4 anos recusámos 90.568€ em apoio do Estado.
Em 2024, ano em que celebramos 10 anos de Observador, continuamos a preferir o seu apoio.
Em novas assinaturas e donativos desde 16 de maio
Apoiar

19 MAIO 2024 - SEDE OBSERVADOR

Atos de vandalismo não nos calarão.

Apoie o jornalismo que há 10 anos se pauta pela liberdade de expressão e o nunca vergar por qualquer tipo de intimidação.

Assine 1 ano / 29,90€

MELHOR PREÇO DO ANO