Pedro Vaz Patto

Convidado

Artigos publicados

Eutanásia

Better off dead

126
Como é que o Estado e os serviços de saúde podem pretender desencorajar o suicídio de algumas pessoas quando, ao mesmo tempo, auxiliam o suicido de outras? Este duplo padrão é contraditório.
Eutanásia

A rampa cada vez mais deslizante

106
Deve uma sociedade que se pretende solidária confirmar, a pretexto de respeito pela vontade do doente, a ideia de que a pessoa demente é um peso difícil de suportar e deve, por isso, ser eliminada?
Família

Ecologia integral e ecologia humana

191
Tal como defendemos para o ambiente, também no domínio da vida humana no seu início e termos naturais, da sexualidade, da procriação e da família, há uma ordem e harmonia que não deve ser destruída.
Holanda

O suicídio de Noa Pothoken e a rampa deslizante

190
Parece-me que o clima cultural que a lei da eutanásia holandesa gera (porque a lei tem sempre ínsita uma mensagem cultural) ajuda a explicar o trágico desfecho da vida desta jovem.
Prostituição

Abolicionismo

157
Abolir a prostituição pode ser visto como uma utopia, pois «sempre existiu e sempre existirá». O mesmo se disse da escravatura, mas num e noutro caso estamos perante a redução da pessoa a mercadoria.
Canábis

A droga não se vence com a droga

187
As proibições obviamente não chegam para construir uma sociedade livre de drogas. Mas contribuem para isso, permitindo que o mal se contenha dentro de alguns limites (o que a legalização não permite).
Eleições no Brasil

Bíblia e bala

As raízes da criminalidade são demasiado complexas e é simplista pensar que se enfrentam apenas com o endurecimento de penas, com a prisão sistemática, com a difusão de armas ou atirando a matar.
Câmara Municipal Lisboa

Prostituição ou trabalho sexual?

233
Quem conhece a realidade da prostituição sabe que não há uma prostituição “benigna”, que ela é, intrinsecamente, “maligna”. Ou já alguém conheceu uma mulher que lhe dissesse que queria ser prostituta?
Igreja Católica

Pastoral do vínculo

É uma proposta certamente difícil e contrária à cultura dominante. Mas a proposta de Jesus no Evangelho não era mais fácil no tempo em que foi formulada e contrariava também a mentalidade desses dias.
Eutanásia

Antecipar a morte

195
Da proposta do Bloco não decorre que a eutanásia e o suicídio assistido sejam legais apenas em caso de morte iminente ou doenças terminais, como sucede por exemplo no Estado norte-americano do Oregon
Trissomia 21

Será que não há lugar para eles no mundo?

387
De acordo com a investigação científica, a esmagadora maioria das pessoas com trissomia 21 declara ser feliz e dá felicidade aos seus familiares. Será que não há lugar para eles no mundo?
Medicina

Mãe e avó

167
A respeitável intenção de ter um filho não pode levar a fazer deste um objeto de um desejo ou de um direito, a satisfazer esquecendo ou ultrapassado o seu supremo bem.
Catolicismo

(Re)pensar a Europa

A visão cristã da reconciliação e da paz esteve na origem do projeto da unidade europeia e movia os “pais fundadores”. Isso foi conseguido mas é um bem que às jovens gerações até passará despercebido.
Identidade de Género

Já não existe Natureza, abre-se o reino do desejo

676
Para a “ideologia do género” este será uma escolha independente do sexo de nascença e não haverá modelos de família (homossexual ou heterossexual) de referência, antes, uma indistinta parentalidade.
Deficiência

A lição que nos dá Charlie Gard

Não podemos ignorar que hoje muitos países, a começar pelos mais ricos e “avançados”, têm políticas estruturadas de incentivo à eliminação sistemática, usando o aborto, de crianças com deficiência.
Papa em Fátima

O Papa Francisco para além da esquerda e direita

Não basta a mera «atualização de velhas categorias de pensamento». A mensagem do Papa Francisco situa-se num plano que vai muito para além dos esquemas ideológicos, e da “esquerda” e da "direita".
Prostituição

Um trabalho para as filhas dos outros

1160
Quando se fala na legalização da prostituição como se de um qualquer outro trabalho se tratasse (o “trabalho sexual”), ninguém certamente pensa nas suas filhas, pensa sempre nas filhas dos outros.
Eutanásia

Ajudar a morrer ou ajudar a viver

127
Quem sofre graves deficiências, e também quem é solidário e lhes presta assistência e apoio, precisa de força, coragem e esperança. É isso que a sociedade lhes deve proporcionar. A morte não é solução
Trissomia 21

Sociedade “down free”?

216
Todo este clima não encoraja, certamente, as famílias que, “contra a corrente”, decidem acolher estas crianças e todas as pessoas que se esforçam pela plena integração social de quem tem trissomia 21.
Islão

O burkini e os nossos valores

516
Não pode exigir-se dos muçulmanos que deixem de o ser para se integrarem nas sociedades europeias. Deve é exigir-se-lhes que respeitem outras culturas e identidades, como pretendem serem respeitados.
A página está a demorar muito tempo.