“A era da troika acabou”. Foi assim que Alexis Tsipras reclamou hoje a vitória do Syriza nas eleições gregas, com uma larga maioria mas sem maioria absoluta, numa altura em que mais de metade dos votos já tinham sido contados.

Perante uma multidão eufórica, Alexis Tsipras mandou uma mensagem aos credores a partir de Atenas: não haverá nenhum “embate desastroso” com os credores, mas a Grécia também não se irá “curvar às suas exigências”.

O discurso de vitória de Tsipras, que com metade dos votos contados vê o seu partido a apenas três deputados da maioria absoluta, tentou também ser um discurso de unidade, dizendo que a grande prioridade do Syriza será curar as feridas provocadas pela crise.

“A nossa prioridade será devolver a dignidade à Grécia e aos seus cidadãos”, disse.

A vitória de hoje, diz, é dos povos da Europa e também uma derrota das elites e dos oligarcas.