O secretário de Defesa dos EUA, Ashton Carter, chegou esta segunda-feira a Israel com o objetivo de reafirmar os laços estratégicos entre ambos os países e apaziguar a oposição israelita ao acordo nuclear alcançado na semana passada com o Irão.

Ashton Carter vai reunir com o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, e com o ministro da Defesa, Moshe Yaalon, entre outros dirigentes com quem vai abordar o recente acordo, informaram fontes oficiais.

Israel manifestou a sua oposição ao pacto do grupo 5+1 por considerar que “deixa caminho livre” a Teerão para a bomba nuclear, tendo-o classificado como um “mau acordo com proporções históricas”.

À saída de Washington para uma viagem que também vai levar o responsável norte-americano à Arábia Saudita e Jordânia, outros dois aliados dos Estados Unidos na região que mostraram o seu receio face ao acordo, o Pentágono informou que Carter “vai trabalhar com Israel para explorar soluções para os maiores desafios, especialmente para contrariar as atividades desestabilizadoras do Irão e prevenir ataques terroristas”.