O acordo alcançado “demonstra que a Europa é capaz de fazer avançar os princípios da solidariedade e da responsabilidade. É também um êxito para a Grécia, que fez os esforços esperados”, afirma o Presidente François Hollande num comunicado divulgado pelo Palácio do Eliseu.

O terceiro programa de assistência financeira no valor de 86 mil milhões de euros até 2018 é um novo de balão de oxigénio para o país para cumprir as suas obrigações financeiras a tempo para sanear a sua economia em troca de ajustes e reformas difíceis nos próximos anos.

“Este passo decisivo foi alcançado graças à determinação do Governo de Alexis Tsipras, que embarcou no caminho de reformas corajosas, respeitando os princípios da justiça. A França estará do seu lado”, sublinhou François Hollande.

O primeiro desembolso do terceiro plano de ajuda à Grécia, alcançado pelos ministros das Finanças da zona euro, será de 26 mil milhões de euros, dos quais 10 mil milhões vão estar imediatamente disponíveis numa conta especial do fundo de resgate da zona euro para a recapitalização da banca grega.