O grupo Anonymous lançou um ataque cibernético contra páginas web oficiais do Governo da Arábia Saudita como parte de uma campanha contra a execução de Ali Mohamed al Nimr, detido pela sua participação numa manifestação em 2012.

De acordo com um comunicado do grupo, foram afetadas as páginas de diferentes ministérios sauditas,  inclusive as do Departamento de Justiça, às quais não se pode aceder.

https://twitter.com/OpNimr/status/648142332102053888

https://twitter.com/OpNimr/status/648128866918211584

A página dos Assuntos Exteriores já voltou a funcionar “depois de ter estado quase 10 horas bloqueada”, informou o Anonymous em comunicado via Twitter, sob a hashtag #OpNimr.

https://twitter.com/OpNimr/status/648126985517072385

O grupo faz um apelo à comunidade internacional para que pressione as autoridades sauditas e que estas não levem a cabo a execução do jovem, detido quando era menor de idade e condenado à morte em maio de 2014.

Al Nimr foi detido durante um protesto contra o Governo (sunita) na província de maioria xiita de Qatif e acusado, entre outras coisas, de participar numa manifestação ilegal, insultar o rei e pronunciar sermões religiosos que “perturbam ” a unidade nacional.

A região é tradicionalmente cenário de manifestações antigovernamentais, uma vez que os xiitas reclamam que são discriminados num reino predominantemente sunita e que aplica uma versão rigorosa do islão.

A Federação Internacional dos Direitos Humanos (FIDH) já instou, em comunicado há três dias, as autoridades da Arábia Saudita que anulem a pena de morte imposta ao jovem Al Nimr.

Jeremy Corbyn,  o recém-eleito líder do Partido Trabalhista do Reino Unido também intercedeu pelo jovem numa carta enviada  ao Governo Saudita. A missiva foi divulgada pelo grupo na mesma rede social.

https://twitter.com/OpNimr/status/647818221949685760

Segundo a organização Human Rigths Watch, cerca de uma centena de pessoas foi executada na Arábia Saudita desde o início deste ano, um número bastante superior às 88 execuções registadas em 2014.