Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

As salamandras são das espécies que habitam a Terra há mais tempo. Podem viver na água ou no solo vivendo, na sua maioria, debaixo de pedras ou plantas para se protegerem dos seus predadores. Algumas têm cores fortes, outras não, algumas têm veneno, outras não, algumas são mais pequenas e outras nem tanto. E há as salamandras gigantes. Mas agora foi descoberta uma que é muito maior do que todas as outras.

Tudo aconteceu na China, mais concretamente na cidade de Chongqing, quando um pescador descobriu este animal numa gruta, conta a National Geographic. O aspeto da salamandra era de tal maneira fora do comum que o pescador pensou mesmo que esta poderia estar doente. Por isso, contactou as autoridades que capturaram o animal e transferiram-no para uma instalação isolada por “proteção e posteriores estudos”.

Ora, esta enorme salamandra pesa nada mais, nada menos do que 53 kg e tem um comprimento de 1.4 metros o que faz com que muitos digam que é o maior anfíbio alguma vez visto. Alguns especialistas começaram a calcular também que a salamandra poderia ter uma idade a rondar os 200 anos, o que, no entanto, foge um pouco ao conhecimento que os cientistas têm sobre a matéria.

Por isso, o herpetologista e investigador na Universidade da Califórnia, Theodore Papenfuss, diz que esta “é uma grande salamandra, e elas crescem lentamente. Mas o mais antigo que ouvi foi 50 anos, e estava em cativeiro”. Ou seja, Papenfuss pensa que calcular a idade do animal em 200 anos é um pouco exagerado.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR