Os partidos da oposição britânicos acusaram esta sexta-feira a primeira-ministra Theresa May de falta de firmeza face aos Estados Unidos após a decisão de Washington em retirar-se do acordo de Paris sobre as alterações climáticas.

O gabinete de May referiu que a primeira-ministra conservadora falou com o Presidente dos EUA, Donald Trump, e “manifestou o seu desapontamento com a decisão”. May “assinalou que o Reino Unido permanece comprometido com o Acordo de Paris”, referiu Downing Street.

No entanto, o Reino Unido não assinou a declaração comum dos líderes da Alemanha, França e Itália onde a decisão de Trump é criticada, e se sublinha que o acordo não pode ser renegociado. Downing Street não revelou se May foi contactada para assinar o documento.

Esta sexta-feira, o dirigente do Partido Trabalhista, Jeremy Corbin, acusou May de “subserviência” face a Trump. A primeira-ministra escocesa, Nicola Sturgeon, considerou por sua vez que não assinar a declaração revelou “uma indesculpável renúncia de liderança”.