O milionário Richard Branson partilhou imagens e um vídeo da destruição da sua ilha nas Caraíbas, a ilha Necker, depois da passagem do furacão Irma. O dono da companhia aérea Virgin Atlantic Airways explicou, na legenda do vídeo que partilhou no Instagram, que grande parte dos edifícios e da vegetação “ficou destruída ou gravemente danificada”.

“Mas o furacão Irma não é sobre Necker — é sobre as dezenas de milhares de pessoas que perderam as suas casas e as suas formas de subsistências”, escreveu o britânico, pedindo às pessoas para fazerem donativos para fundação Virgin Unite, que está a “coordenar a ajuda para as famílias e comunidades das Ilhas Virgens Britânicas afetadas [pelo furacão]”.

Além do vídeo, Branson partilhou outras fotografias onde é bem visível a devastação da ilha Necker.

No site da Virgin, o empresário refere que se encontra em Porto Rico para “mobilizar ajuda e os planos de reconstrução para as Ilhas Virgens Britânicas e Caraíbas”. “Depois de partilhar estes updates e de falar com vários governos, organizações de ajuda e media, vamos regressar às Ilhas Virgens Britânicas para continuar a ajudar nos esforços de recuperação”.

Richard Branson e a família, juntamente com funcionários da ilha, esconderam-se na adega subterrânea da ilha Necker para escapar ao furacão de categoria 5 — e que entretanto passou para a categoria 1. “Tivemos muita sorte que todas as nossas equipas que ficaram na ilha durante a tempestade estão bem e em segurança”.

Furacão Irma. Richard Branson escondeu-se com a família na adega

O britânico pediu ainda às pessoas para se manterem “em segurança”, para ficarem “calmos” e para se “apoiarem uns aos outros”, referindo ainda que as Ilhas Virgens Britânicas precisam de “muita ajuda para recuperar da devastação”. “Temos de ter mais ajuda nas Ilhas para reconstruir casas e infraestruturas e restabelecer a eletricidade, água potável e alimentos”.