O presidente iraniano, Hassan Rohani, afirmou esta quarta-feira numa conversa telefónica com o homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan, esperar que os protestos dos últimos dias no Irão acabem em “poucos dias”, segundo um comunicado da presidência turca.

Na conversa, Erdogan disse a Rohani que “a paz e a estabilidade” da sociedade iraniana devem ser preservadas e que partilha da opinião de que o direito de manifestação não pode levar a “violações da lei”, segundo o texto. “O presidente Rohani agradeceu ao presidente Erdogan a sua sensibilidade e manifestou a expectativa de que as manifestações vão acabar dentro de poucos dias”, lê-se.

O Irão é palco, desde 28 de dezembro, de grandes manifestações contra a má situação económica do país e o regime dos ‘ayatollahs’. Os protestos, iniciados em Machhad (nordeste) e que rapidamente se propagaram a outros pontos do país, já levaram à morte de 21 pessoas.